câmbio:

DÓLAR R$ 3.7671 EURO R$ 4.3691

Tempo, natal:

26°C

Cotidiano

WORKSHOP

08/08/2018

17:29

Alimentação saudável é tendência de mercado e de comportamento social

Sebrae RN em parceria com a loja Farmeria promovem dia 16 de agosto o III Workshop de Alimentação Saudável com o objetivo de fomentar o setor

Por Redação

Horácio Barreto é gestor do Projeto Alimentos e Bebidas do RN

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

Antes associada a comida insossa e sem cor, atualmente, a alimentação saudável e natural aparece de forma criativa, atraente e variada. Hoje, em praticamente todas as grandes cidades brasileiras existem restaurantes e lojas comercializando produtos naturais. Os legítimos restaurantes naturais são aqueles que não utilizam ingredientes industrializados e, sempre que possível, só oferecem produtos orgânicos. A partir daí, há uma ampla variedade de estilos. Existem ainda os restaurantes 100% vegetarianos, aqueles que servem comida crua (nada é feito usando fogo a uma temperatura acima de 40° C), aqueles que utilizam ovos e leite e até aqueles que servem carnes brancas.

Nos últimos anos, esses estabelecimentos naturais têm sido associados à sustentabilidade e preservação da natureza. Tais empreendimentos primam pela oferta de produtos livres de pesticidas e outros compostos químicos nocivos ao meio-ambiente sendo fortes aliados no combate à preservação das fontes naturais. Com o intuito de seguir essa tendência, alguns empreendedores têm investido em práticas de sustentabilidade, ou seja, ecologicamente corretas. Estas podem ser adotadas em qualquer estabelecimento seja ele residencial ou comercial. Nos restaurantes e lojas naturais, por exemplo, as medidas ecológicas podem ser perfeitamente aplicadas, oferecendo assim uma refeição saudável e sustentável aos clientes.

Com o objetivo de fomentar esse setor de alimentos saudáveis e naturais, o Sebrae RN em parceria com a loja Farmeria promovem dia 16 de agosto o III Workshop de Alimentação Saudável a partir das 19h nas salas 3, 4 e 5 da Instituição. O evento como objetivo disseminar conteúdos sobre o setor da alimentação saudável e agregar os profissionais da saúde como médicos e nutricionistas e os empreendedores, tanto os produtores como os comerciantes.

A programação contará com uma oficina facilitada pela nutricionista Mariana França que irá falar de maneira técnica sobre a alimentação, produtos saudáveis de modo geral e receitas de como utilizar esses alimentos da melhor forma. Além da oficina, o evento contará com uma palestra motivacional ministrada pelo representante da Casa Durval Paiva, Fernando Campos.

“Alimentação saudável é um segmento crescente e com ótimas perspectivas de futuro. O desenvolvimento do setor está atrelado a uma maior conscientização da população que percebeu a devida importância da boa prática alimentícia para se obter uma melhor saúde. Alimentação saudável não é modismo e sim uma tendência que não se limita ao nosso Estado, mas que reverbera por todo o mundo”, comenta o gestor do Projeto Alimentos e Bebidas do RN, Horácio Barreto.

As inscrições estão abertas e acontecerão em duas etapas. A primeira deverá ser feita na loja Farmeria – Av. Prudente de Morais, 4262 Lagoa Nova, mediante a entrega de 3 kg de alimento (arroz, feijão, fubá, macarrão, farinha de mandioca, ou 2 pacotes de café ou 1 lata ou pacote de leite em pó (apenas 1 unidade). Ao final da primeira etapa, o participante receberá um código ainda na loja. A segunda etapa deverá ser realizada pelo 0800 570 0800. A inscrição pelo call center só deverá ser feita após a obtenção do código. Mais informações pelo número 3027-1515.

O relatório The Top 10 Consumer Trends for 2017, que analisa as tendências de mercado, notou uma inclinação dos consumidores pelos itens considerados saudáveis. Segundo o documento, 83% dos entrevistados estão dispostos a gastar mais para obter um alimento saudável; 79% substituem produtos da alimentação convencional por opções mais saudáveis; 28% acham importante consumir alimentos com alto teor nutricional; 22% optam por comprar alimentos naturais sem conservantes; 44% dão preferência a produtos sem corantes artificiais e 42% optam por itens sem sabores artificiais.

O ‘Tendências Mundiais de Alimentação e Bebidas 2017’, da Mintel, mostra que 24% dos adultos brasileiros comeriam mais grãos integrais como linhaça e quinoa, se soubessem como utilizá-los nas receitas. Ainda de acordo com esse levantamento, os entrevistados estão mais dispostos a consumirem produtos feitos com frutas, vegetais, oleaginosas e grãos. Os comerciantes também já notaram esta mudança de comportamento dos clientes.

 Segundo o Instituto Datafolha, em 2016, 56% dos estabelecimentos gastronômicos do País notaram que seus clientes estavam mais interessados no consumo de alimentos saudáveis. 53% dos entrevistados observaram um aumento na procura por frutas, 61% disseram que os clientes estão consumindo mais legumes e verduras e 65% disseram ter crescido o consumo de sucos naturais. Já segundo projeção da Euromonitor, o mercado de alimentos saudáveis deve movimentar R$ 63,5 bilhões em 2018 no Brasil, alta de 0,8% em relação ao ano passado.

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

últimas notícias

+ Lidas

recomendamos

comentários

Ao comentar, o leitor concorda com nossas regras e política de privacidade. Veja aqui

O espaço de comentários do Portal no AR pode ser moderado. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. anônimas ou assinadas com e-mail falso;
8. fora do contexto do portal.

O Portal no AR:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;
3. não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros.
4. se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.