Economia

BANCO DE DESENVOLVIMENTO

BNDES desembolsa R$ 61 bilhões de janeiro a novembro de 2017

Recuo 20% em relação ao mesmo período do ano anterior

Por Estadão Conteúdo

19 de dezembro de 2017 | 16:26

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) desembolsou R$ 61 bilhões entre janeiro e novembro de 2017, o equivalente a um recuo 20% em relação ao mesmo período do ano anterior. Já as aprovações somaram R$ 60,1 bilhões, uma queda de 13% na comparação com a janeiro a novembro de 2016.

As consultas – primeira fase de análise de crédito no BNDES e que servem como termômetro para a demanda por financiamentos – alcançaram R$ 88 bilhões de janeiro a novembro, 16% a menos que o registrado nos primeiros onze meses de 2016.

As consultas para operações nos setores de Construção Civil e de Indústria Química, porém, tiveram crescimentos de 35% e 40%, respectivamente.

O movimento sinaliza “uma disposição do mercado para operações mais estruturadas em segmentos importantes da economia”, avaliou o banco, em nota.

Os enquadramentos – fase de acolhimento dos pedidos de financiamento – alcançaram R$ 77,7 bilhões de janeiro a novembro, uma redução de 17% ante o mesmo período de 2016.

Finame

O BNDES informou que os desembolsos da linha Finame somaram R$ 17,6 bilhões de janeiro a novembro deste ano, uma alta de 11% em relação ao mesmo período de 2016.

A linha Finame é voltada para o financiamento da produção, modernização e compra de máquinas e equipamentos, “um importante termômetro da recuperação da atividade econômica”, segundo nota do banco de fomento.

As aprovações da Finame – última etapa antes da contratação e do desembolso – alcançaram R$ 19,7 bilhões de janeiro a novembro, expansão de 22% na comparação com o mesmo período do ano passado

Já a linha de financiamento BNDES Giro – voltada para capital de giro de empresas – alcançou R$ 6,2 bilhões de janeiro a novembro, aumento de 199% em relação ao mesmo período do ano passado. No acumulado em 12 meses até novembro, a linha de capital de giro desembolsou R$ 6,8 bilhões, volume 177% maior que nos 12 meses anteriores.

RECOMENDAMOS

SENTENÇA MAIS RÍGIDA

Justiça aumenta pena de líderes de tráfico no nordeste

PREVIDÊNCIA

Reforma vai piorar vida dos mais pobres, diz Fátima

PESQUISA

Confiança do empresário está acima da média histórica

ANÁLISE CLIMÁTICA

Reunião define previsão do tempo para o Nordeste

OPERAÇÃO FLAK

PF deflagra ação para desmanchar organização criminosa

RESPONSABILIDADE

Clero: Papa pede medidas para erradicar crimes sexuais

INAPTOS

Receita Federal invalida CNPJ de 3,3 mi de empresas

REFORMA

Na TV, Bolsonaro diz que nova Previdência será justa

comentários

ANUNCIE JÁ!

RUA DESEMBARGADOR BENÍCIO FILHO, N° 465 PETRÓPOLIS CEP: 59014-470

PABX:

2020-1200

REDAÇÃO:

2020-1200

COMERCIAL:

2020-1200

FALE CONOSCO

Nome
TELEFONE
E-MAIL