câmbio:

DÓLAR R$ 3.6784 EURO R$ 4.3424

Tempo, natal:

27°C

Geral

DESCASO

16/05/2018

16:30

Casas abandonadas geram problemas a moradores de Petrópolis

Casas em ruínas servem de criadouro para o mosquito da dengue dentre outros problemas

Por Geraldo Miranda

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

O bairro de Petrópolis, localizado na zona Leste de Natal, é conhecido pelo seu charme único com restaurantes, bares e diversos atrativos que ao longo dos anos se tornaram marca registrada entre os moradores da capital do estado. Mas com o passar dos anos, os problemas sem solução geraram debandada de moradores, que fecharam as portas de suas casas sem pensar que elas se tornariam verdadeiros transtornos no futuro.

Esse cenário de abandono e descaso literalmente caiu no colo dos remanescentes do bairro, que denunciaram ao PortalNoar.com.br a situação de depredação e sujeira destas residências, que se transformaram em pontos de comércio de consumo de drogas, foco de dengue e outros animais como ratos e escorpiões. A reportagem fez um giro pelas ruas denunciadas e encontrou verdadeiras ruínas.

A primeira parada foi na Rua Mipibú, que é conhecida pelos alagamentos em dias chuvosos. A lagoa chega a mais de meio metro impossibilitando a saída e chegada de moradores do local. Tanto que as casas foram desocupadas e se tornaram alvos de pessoas que as invadiram para transformá-las em depósitos de lixo e fezes a céu aberto.

A primeira casa, sem os números que foram roubados, é o retrato do descaso. Sem a porta de entrada e tomada pela vegetação na parte externa é difícil de movimentar-se e chegar ao imóvel. Mas entrando no local, outro retrato do descaso e abandono: a casa não dispõe de janelas, portas, fiação e a parte hidráulica se resume a uma torneira.

O local é fétido, uma mistura de lixo, urina e fezes que segue recebendo moradores indesejados. Sejam os usuários de drogas, insetos e animais peçonhentos. Nossa reportagem adentra ao local e encontra em dois, dos seis quartos o esperado, restos de baseados, cachimbos para consumo de drogas (laricas) junto com colchonetes molhados pelas chuvas recentes que serviam de abrigo aos viciados.

Após a primeira visita, a equipe foi até a segunda residência, que já abrigou um jornal cujo a equipe ficou ilhada devido as chuvas e precisou do socorro dos bombeiros para serem retirados do local. No velho prédio que abrigou a redação o cenário é o mesmo, ruínas, sujeira e restos de drogas.

Já nos fundos do imóvel um suspiro de vida. Uma mulher que pediu para não ser identificada vive nos fundos do prédio com seus cinco cães, fala com nossa reportagem. Ela na casa dos 40 anos e natural de Santa Cruz, interior do estado, comentou que vive no quintal com “autorização da dona” e que faz a limpeza do quintal para “não dar mosquito da dengue”.

“Na frente a casa está bagunçada, mas aqui atrás tudo está direitinho. Eu limpo, organizo e cuido dos meus animais enquanto a dona não vende. A coisa é benéfica para ambas, eu ganho uma morada e ela terá garantia que os animais não se espalharão”, comentou.

A moradora também comentou que recebe regularmente as visita dos agentes de endemias e do Centro de Zoonoses que a auxiliam com a questão de vacinação dos animais.

Rua fantasma assusta moradores

A Rua Dom José Pereira Alves é outro problema denunciado pelos moradores da localidade devido aos mesmos transtornos de sua vizinha, Mipibú, mas com um bônus nem um pouco desejado, os assaltos.

Lá o número de casas depredadas é maior, no total são nove casas na mesma situação de descaso e destruição e servindo de abrigo para comércio e consumo de entorpecentes. Uma moradora de um condomínio, que teve seu nome preservado pela reportagem, denunciou também a falta de segurança no local onde ocorreram diversos assaltos e furtos.

“Aqui durante o dia é tranquilo. Não tem movimento, mas quando anoitece que a coisa fica literalmente assombrada. A iluminação é fraca auxiliando aos usuários comprarem, venderem drogas e também assaltarem as pessoas desavisadas que passam pelo local”, denunciou a moradora.

Confira fotos e vídeos dos locais:

(Fotos e Videos: Geraldo Miranda/Portal No Ar)

IMG_2571 IMG_2573 IMG_2582 IMG_2584 IMG_2585 IMG_2628 IMG_2636 IMG_2640 IMG_2642 IMG_2643 IMG_2644 IMG_2647

 

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

últimas notícias

+ Lidas

recomendamos

comentários

Ao comentar, o leitor concorda com nossas regras e política de privacidade. Veja aqui

O espaço de comentários do Portal no AR pode ser moderado. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. anônimas ou assinadas com e-mail falso;
8. fora do contexto do portal.

O Portal no AR:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;
3. não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros.
4. se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.