câmbio:

DÓLAR R$ 3.2524 EURO R$ 3.8212

Tempo, natal:

25°C

Cotidiano

DICA

19/03/2017

08:41

Como evitar comer carne estragada? Confira dicas

Operação da PF no setor desperta atenção para o consumidor

Por Redação, com Folhapress

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

Nesta sexta-feira (17), a Polícia Federal deflagrou uma operação no mercado de carne. A acusação é de que fiscais do Ministério da Agricultura facilitavam a produção de produtos adulterados, emitindo certificados sanitários sem fiscalização.

Cerca de 30 empresas estão na mira da investigação. Há a acusação de que carne estragada foi comercializada em supermercados e que salsichas teriam sido adulteradas.

Confira, abaixo, dicas para não comer carne estragada em tempos de carne fraca.

Na gôndola

Prefira produtos novos, ou seja, com datas mais próximas da produção do que do término do prazo de validade. “O tempo trabalha contra a conservação de todo alimento, mesmo dentro do período marcado na etiqueta”, diz o chef István Wessel, especialista em carnes.

Validade

O período de 60 dias de validade, muitas vezes usado por frigoríficos, só é adequado se a carne for mantida na temperatura ideal durante todo o tempo. “Quem garante isso? No supermercado, por exemplo, podem haver muitos acidentes de percurso, como quando o cliente desiste da carne na boca do caixa e ela permanece lá por horas”, diz Wessel.

Use o nariz

“Todo produto quando começa a se decompor, ou quando recebeu um tratamento químico, dá sinais para o nariz. A carne em condições normais não tem cheiro de nada”, diz Wessel. Ele ressalta que quando a peça é embalada à vácuo, o pacote tem um cheiro que deve desaparecer em dois ou três minutos. Caso contrário, há algo errado. Não se guie apenas pela cor, que pode ter alteração por diversos fatores.

Ao fazer compras no açougue em que a peça não costuma estar embalada à vácuo, peça para cheirar a carne antes de levar para casa. “Não deve haver constrangimento algum nisso”, diz Wessel.

Conservação

O especialista recomenda que a carne não passe mais de dois dias na geladeira de casa. “A temperatura do eletrodoméstico é de 7°C, 8°C, quando o ideal é até 4°C.” E, no freezer, não deixe que armazenamento passe de 30 dias. “O que temos em casa não é um congelador, que trabalha rápido, mas um conservador, que mantém o produto congelado. É diferente do industrial, onde a carne pode ser mantida por 90 dias”, explica Wessel.

Vencida x Contaminada

Diferentemente de alguns países que indicam o prazo de “consumo ideal”, o Brasil usa dados de validade. No caso da carne, em que há risco pra saúde, é o ideal. “Uma carne vencida não necessariamente faz mal a saúde. Mas, na dúvida, é melhor respeitar a data”, diz a bioquímica de alimentos Ellen Lopes.

De outro lado, há a contaminação, fato que depende totalmente da procedência do produto: das práticas no campo, do abate, do corte, da estocagem, da distribuição e da manutenção da temperatura. “Os regulamentos devem ser cumpridos. Há patógenos que não alteram a carne, mas podem causar diarreia, vômito e, em alguns casos, até levar a óbito”, diz Lopes. Por isso a importância de comprar em um local de confiança.

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

últimas notícias

+ Lidas

recomendamos

comentários

Ao comentar, o leitor concorda com nossas regras e política de privacidade. Veja aqui

O espaço de comentários do Portal no AR pode ser moderado. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. anônimas ou assinadas com e-mail falso;
8. fora do contexto do portal.

O Portal no AR:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;
3. não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros.
4. se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.