câmbio:

DÓLAR R$ 3.308 EURO R$ 3.873

Tempo, natal:

26°C

Economia

Sebrae

05/12/2017

13:59

Consultorias técnicas determinam sucesso de pequenos negócios

Eles integram associações dos setores de salão de beleza, moda, gastronomia e automecânica

Por Agência Sebrae

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

Práticas empresariais bem aplicadas mostram, a cada dia, que é possível empreender e ter crescimento do negócio mesmo em tempos difíceis da economia. É o que mostra um grupo de empresários do município de Apodi, distante 357 quilômetros de Natal, que apostou em ferramentas como capacitações técnicas e gerenciais como diferencial competitivo e hoje colhe bons frutos.

Eles integram associações dos setores de salão de beleza, moda, gastronomia e automecânica, e são atendidos pelo Sebrae no Rio Grande do Norte, através do Escritório Regional do Médio Oeste. Aprenderam, na prática, uma lição clássica do empreendedorismo: investir em qualificação faz a diferença. “Eu costumo dizer que o Sebrae é uma mãe. Ao participar das capacitações, mais que conhecimento para o negócio, temos inúmeras oportunidades de expor nossos serviços, e isso faz muita diferença. Comecei trabalhando num quartinho e hoje tenho uma empresa bem estruturada. Mudou tudo”, relata Conceição Pinto, proprietária de salão de beleza.

As consultorias e capacitações são direcionadas através do Projeto Empreender RN – do qual os cerca de 50 integrantes dos quatro setores participam, realizado pela Federação das Associações Comerciais do Rio Grande do Norte e parceira do Sebrae.“Traçamos um planejamento empresarial coletivo, e, de acordo com a necessidade, são direcionadas soluções, consultorias junto ao Sebrae para melhorar determinada área do negócio. O resultado tem sido excelente, e temos registrado ótima evolução empresarial”, explica a consultora Cleide Câmara.

Além do crescimento empresarial, outro benefício gerado a partir das consultorias chama a atenção. Do total de empresários atendidos, 70% estavam na informalidade no início do processo. Atualmente, todos estão formalizados. A maioria como Micro Empreendedor Individual (MEI). “Eles entenderam a importância e benefícios que a formalização oferece, e optaram por sair da informalidade. Hoje estão sempre buscando aperfeiçoamento e melhorando a qualidade dos produtos e serviços oferecidos”, complementa.

Oportunidade

 

Dona Vanete Alves é doceira, e conta orgulhosa a história de como viu R$ 2,00 se multiplicarem e hoje, graças ao amor pelo que faz, dedicação e muita consultoria, ultrapassa, em média, a cifra de R$ 2 mil, por semana. “Comecei fazendo uma torta, e, depois que paguei os produtos que usei, tive lucro de R$ 2. Foi difícil. Mas aí fui fazendo e depois que comecei nas consultorias, melhorei meus produtos, as pessoas foram comprando e hoje consigo fazer mais de 2 mil”, revela.

A doceira, assim como os cabeleireiros, mecânicos, borracheiros, cozinheiros, donos de restaurantes e empresários da moda atendidos a partir do Projeto Empreender RN participaram da I Feira Multissetorial do Médio Oeste, realizada em Apodi, de 29 de novembro a 1º de dezembro, através de parceria entre Sebrae, Câmara de Dirigentes Lojistas e Prefeitura de Apodi.

Milhares de pessoas visitaram os estandes ocupados pelos empreendedores durante os três dias de evento. O gerente do Escritório Regional do Médio Oeste, Franco Marinho, acredita que a exposição gerada com a feira contribuiu diretamente para a geração de novos negócios e renda na região. A expectativa é de que, em 2018, a iniciativa deve dobrar a capacidade.

“Tivemos um resultado excelente em termos de visitação e participação dos empresários, com 70 estandes. Isso terá reflexo na edição do próximo ano. A visibilidade gerada trará bons resultados aos empresários, e isso terá reflexo na edição do próximo ano. Acreditamos que o evento deverá contar com um número ainda maior de expositores”, comemora.

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

últimas notícias

+ Lidas

recomendamos

comentários

Ao comentar, o leitor concorda com nossas regras e política de privacidade. Veja aqui

O espaço de comentários do Portal no AR pode ser moderado. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. anônimas ou assinadas com e-mail falso;
8. fora do contexto do portal.

O Portal no AR:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;
3. não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros.
4. se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.