câmbio:

DÓLAR R$ 3.6784 EURO R$ 4.3424

Tempo, natal:

26°C

Economia

Sebrae

18/12/2017

16:30

Educação empreendedora chega a 60 mil jovens potiguares

A iniciativa visa inserir o empreendedorismo dentro de todos os níveis de ensino

Por Agência Sebrae

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

 Em quatro anos, o Sebrae no Rio Grande do Norte levou noções de empreendedorismo para mais de 60 mil jovens estudantes potiguares, através do Programa de Educação Empreendedora. A iniciativa visa inserir o empreendedorismo dentro de todos os níveis de ensino com a oferta de cursos e projetos, como o Despertar e o Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP), que faz o aluno perceber que empreender é algo muito natural desde o início da sua vida escolar. As ações são desenvolvidas em parceria com instituições de ensino e envolveram, no mesmo período, aproximadamente 2,3 mil professores, que foram capacitados nessa área, alcançando uma satisfação de 89% entre esses profissionais.

De acordo com o gestor do Programa de Educação Empreendedora do Sebrae-RN, Everton Lucena, 79% dos municípios potiguares já foram impactados positivamente pelas ações e 81% dos pais aprovam a atuação do Sebrae dentro do meio escolar. “São diversos relatos de melhoria do comportamento das crianças e adolescentes em família. A atuação do Sebrae é sistêmica, consolidando a cultura empreendedora nos diferentes níveis de ensino”, destacou o gestor. O Programa Nacional de Educação Empreendedora foi criado em 2003 para romper o paradigma de que empreendedorismo é assunto apenas para empresários. “Educação empreendedora é para formar protagonistas”.

Os números positivos foram apresentados no I Fórum Regional de Educação Empreendedora, que ocorreu em Caicó na última semana. Com o tema “Educação Empreendedora: o futuro e as novas pedagogias de ensino”, a programação reuniu professores, diretores e alunos de diversas instituições de ensino. Entre os depoimentos durante o Fórum, teve destaque o do ex-aluno do Despertar, Jair de Acari, filho de pescadores da comunidade Gargalheiras, que passou a trabalhar com maquiagem e cabelo. “Aprendi o cuidado com o investimento. Colocar na ponta do lápis o quanto gasto com os produtos e quanto posso cobrar pelo serviço”, explicou Jair.

O diretor técnico do Sebrae-RN, João Hélio Cavalcanti, ressaltou que a educação empreendedora é a base que faz com que o analfabetismo no meio dos negócios também seja reduzido. “O empreendedorismo permeia todas as nossas atividades, profissionais ou não, e faz com que homens e mulheres tenham pensamentos mais amplos para os negócios. Faz ter um olhar diferenciado e inclusive sobre os negócios”, enfatizou João Hélio.

Sistema de Ensino

O fórum contou com a palestra de José Pacheco, um educador português, questionador do sistema tradicional de ensino, fundador da Escola da Ponte (Porto, Portugal) e do Projeto Ancora (Cotia, SP). Sua apresentação iniciou com a provocação para perguntas da plateia. “No ensino fundamental, 10% dos alunos fazem perguntas de modo espontâneo; no ensino médio apenas 1%. Perguntar é empreender”, alertou o palestrante.

Pacheco defendeu que o conhecimento não é para “pôr numa prova para passar na frente dos outros”, é para compartilhar com os outros e não para competir. “Escolas são pessoas, pessoas são valores, valores são transmitidos. Existe uma necessidade de empreender em equipe, empreender junto, ter solidariedade”, lembrou. Com uma exposição otimista, José Pacheco reforçou que todos tem direito à educação. “Temos tudo no Brasil, experiências fantásticas de aprendizagem e não de ‘ensinagem’. É preciso mudar do ensino para a aprendizagem para promover uma mudança social. Aula não ensina, prova não prova! O grande princípio geral da aprendizagem é que ele seja significativo. Conhecimento na prática é desenvolvimento de competência”, reforçou o palestrante.

O Fórum Regional de Educação Empreendedora propôs, numa abordagem leve e interativa, uma reflexão sobre os padrões atuais de aprendizagem. Além disso, apresentou os cursos do Programa Nacional de Educação Empreendedora do Sebrae, que foram desenvolvidos de acordo com princípios pedagógicos que levem os participantes a entender que empreender significa alcançar seus objetivos e realizar seus projetos de vida.

Serviço:

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

últimas notícias

+ Lidas

recomendamos

comentários

Ao comentar, o leitor concorda com nossas regras e política de privacidade. Veja aqui

O espaço de comentários do Portal no AR pode ser moderado. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. anônimas ou assinadas com e-mail falso;
8. fora do contexto do portal.

O Portal no AR:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;
3. não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros.
4. se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.