câmbio:

DÓLAR R$ 3.2289 EURO R$ 3.9612

Tempo, natal:

25°C

Economia

Apoio

11/01/2018

16:28

Espaço do Sebrae na Fiart apresenta artesanato de impacto social

A Fiart será realizada no período de 19 a 28 deste mês

Por Agência Sebrae

Compartilhar } 1 Compartilhamentos

Artigos manuais feitos de forma mais solidária por grupos produtores e que trazem benefícios para a comunidade. Esse será conceito do espaço que o Sebrae do Rio Grande do Norte apresenta na 23ª edição da Feira Internacional de Artesanato (Fiart). O estande vai destacar empreendedores e grupos de artesãos que atuam dentro da linha de negócios de impacto social, como é o caso dos Territórios Criativos das Rocas e da Vila de Ponta Negra. A Fiart será realizada no período de 19 a 28 deste mês, no Centro de Convenções de Natal, que fica na Via Costeira, e tem o patrocínio do Sebrae.

Estruturado em uma área de 80 metros quadrados, o espaço vai expor o trabalho de quatro grupos produtores de diferentes regiões do estado e 20 Microempreendedores Individuais (MEI), totalizando 80 artesãos atendidos pela instituição. Eles vou apresentar e comercializar artigos manufaturados, vestuário, utilitários e peças decorativas em diferentes tipologias, como crochê, arte em papel machê, pintura em madeira reciclada, pintura em tecido, bordado e marchetaria em azulejo. De acordo com a gerente da Unidade de Comércio e Serviço do Sebrae-RN, Maiza Pinheiro, a expectativa superar R$ 30 mil em vendas nesta edição da feira.

“Sebrae vem trabalhando a temática de negócios de impacto social em um projeto específico. A partir daí, decidimos levar à Fiart artesanato que carregue esse conceito, que trabalhe na cadeia produtiva com insumos mais justos e com envolvimento com a comunidade local”, explica a gerente sobre a proposta do espaço. Os detalhes foram repassados nesta quinta-feira (11), durante café da manhã de lançamento do evento, no buffet Neuma Leão. “A Fiart é uma grande vitrine para o artesão já que ele acaba divulgando seu trabalho e fazendo contatos inclusive com Lojistas de outros estados do Brasil. Consideramos que o evento É uma grande oportunidade para esses profissionais que se preparam todo ano e investem na produção das peças”, destaca Maiza Pinheiro.

Lançamento

 

O diretor técnico do Sebrae-RN, João Hélio Cavalcanti, também prestigiou o lançamento da Fiart 2018 e falou sobre a temática do espaço da instituição na feira. “No momento retração econômica, o artesanato se apresenta como oportunidade para aqueles que empreendem por necessidade. Mas, queremos destacar neste espaço os artesãos que fazem suas peças de forma mais justa e solidária, com reflexos sociais, que impactam a comunidade”, ressalta o diretor.

Ao lado de autoridades, como o governador Robinson Faria, e do idealizador da Fiart, Neivaldo Guedes, o diretor superintendente do Sebrae-RN, José Ferreira de Melo Neto, relembrou as primeiras edições do evento e as dificuldades para consolidá-lo. “Hoje, temos uma feira que consolida todas as atividades ligadas ao artesanato de Natal e de todo o Rio Grande do Norte”. No pronunciamento, o governador Robinson Faria destacou principais ações de seu governo e anunciou outras que vão favorecer o artesanato potiguar, entre elas a criação do Centro de Artesanato, em Caicó, e da revitalização do Papa Jerimum uma loja especializada em artesanato local que funcionou durante muitos anos no bairro de Petrópolis.

Nesta edição, a Fiart tem como tema as artes sacras. Serão 300 estandes, distribuídos em seis salões especiais que serão organizados por tipologias: arte popular, arte sacra, bordados, cerâmica, cestaria e salão nacional. O evento também terá programação cultural diversificada e vai abrigar o 16º Festival Folclórico. Além disso, haverá uma premiação para a melhor peça de artesanato escolhida por um júri de especialistas, formado por curadores, artistas e também pelo público visitante.

Compartilhar } 1 Compartilhamentos

últimas notícias

+ Lidas

recomendamos

comentários

Ao comentar, o leitor concorda com nossas regras e política de privacidade. Veja aqui

O espaço de comentários do Portal no AR pode ser moderado. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. anônimas ou assinadas com e-mail falso;
8. fora do contexto do portal.

O Portal no AR:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;
3. não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros.
4. se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.