câmbio:

DÓLAR R$ 3.7975 EURO R$ 4.4609

Tempo, natal:

Clear 24°C

Geral

Segurança digital

16/05/2018

16:10

Especialistas apontam estratégias para evitar ataques cibernéticos em empresas de Natal

Casos de roubos de dados cresce em empresas que não se previnem

Por Júlio Rocha

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

Empresas de diversos segmentos da economia natalense vêm sofrendo ataques de hackers que sequestram dados armazenados em servidores e até na computação em nuvem e exigem dinheiro para devolver. O caso mais recente ocorreu em uma empresa de contabilidade que teve seus dados roubados e a quadrilha está exigindo R$ 20 mil para devolver.

O Portal No Ar ouviu especialistas em segurança da informação que alertam os cuidados necessários para tentar evitar tais ataques cibernéticos tanto no ambiente privado quanto em empresas.

“Hoje a tecnologia proporciona muitas coisas positivas, mas também de coisas más. A todo instante, vários hackers e crackers buscam invadir sistemas, roubar senhas, dados e pedir resgastes de alto valor. É preciso prevenir ações eu deixam o sistema vulnerável”, explicou Michael Wagner Damasceno, consultor em Tecnologia da Informação.

Manter antivírus atualizado, separar as redes de acesso à internet na empresa, não compartilhar wi-fi ou baixar arquivos e e-mails de origem duvidosa, são algumas ações que evitam invasões indesejadas.

“As empresas precisam ficar atentas em investir também em segurança da informação com servidores de backup sempre atualizando, computação na nuvem, ter controle do acesso e usuários que utilizam o sistema, ter os softwares atualizados e contar com assistência especializada”, enfatizou Damasceno.

Carlos Vagner, diretor da Dr. PC, também reforçou os pontos mais vulneráveis aos dados das empresas. “Em primeiro lugar é manter os softwares originais e atualizados para não dar brechas; em segundo fazer backup de tudo, principalmente na nuvem que hoje é um recurso até barato e por fim ter uma estratégia de recuperação de desastres em caso de perdas de dados por incêndios, inundações, falha de equipamentos”, explicou Vagner, relatando também que é crescente o número de casos de empresas que não atentam a esses cuidados e sofre invasões.

Para os usuários comuns, a principal dica é não repetir senhas nas diversas plataformas. “Quando se usa a mesa senha e bancos, redes sociais, comércio eletrônico e uma delas é capturada o usuário fica totalmente exposto. Há aplicativos que gerenciam senhas e ajudam o usuário a ter uma aior segurança”, destacou Carlos Vagner.

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

últimas notícias

+ Lidas

recomendamos

comentários

Ao comentar, o leitor concorda com nossas regras e política de privacidade. Veja aqui

O espaço de comentários do Portal no AR pode ser moderado. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. anônimas ou assinadas com e-mail falso;
8. fora do contexto do portal.

O Portal no AR:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;
3. não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros.
4. se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.