Política 03/11/2017 13:36

PMDB e PT podem fazer alianças em 9 Estados, incluindo o RN

O PMDB vai buscar alianças com o PT em pelo menos oito Estados nas campanhas para governador do ano que vem.

Compartilhar } 2 Compartilhamentos

O PMDB vai buscar alianças com o PT em pelo menos oito Estados nas campanhas para governador do ano que vem.

Os dois partidos eram aliados no governo Dilma Rousseff, mas tomaram caminhos opostos durante o impeachment da presidente cassada.

A reaproximação faz parte da estratégia dos peemedebistas para tentar manter as maiores bancadas na Câmara e no Senado na próxima legislatura, que vai até 2022.

Presidente nacional do PMDB, o senador Romero Jucá (RR) disse que as alianças regionais poderão ser feitas com qualquer legenda.

“Não há nenhum tipo de proibição”, afirmou.

“Cada Estado tem uma realidade diferente.”

Presidente do Senado e tesoureiro da sigla, Eunício Oliveira (CE) é um dos que devem se aliar a uma chapa petista para tentar se reeleger.

O peemedebista deve fechar aliança com o governador Camilo Santana (PT) no Ceará. “O PMDB é plural”, disse Eunício.

“Não tem essa história de não poder fazer aliança com A ou com B ”

Além do Ceará, há negociações entre PMDB e PT em Estados como Minas Gerais, Paraná, Alagoas, Piauí, Sergipe, Tocantins e Goiás.

No Paraná, o senador Roberto Requião (PMDB) deve apoiar um candidato petista ao governo do Estado. Em troca, teria apoio para garantir sua reeleição.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Observação do Fator RRH:

Aqui no RN o PMDB já disse, através do Senador Garibaldi Alves Filho, que conversa com todos. Sem restrições.

Garibaldi, que é o novo Presidente Regional do PMDB, avisou: “mas exijo respeito”.

O recado é para a militância do PT, que certamente hostilizará o PMDB em todos os locais.

A Senadora Fátima Bezerra torce muito pela aliança com Garibaldi Filho e o PMDB.

O PT aceita conviver com partidos “golpistas”.

Sem eles não ganhará eleição nenhuma no Brasil.

Pode até ser o mais votado no primeiro turno. Mas sem alianças com partidos de centro, não vencerá o segundo.

E se vencer terá sérios problemas de governabilidade no futuro.

O PT pagará caro pela mania de dividir o país entre “nós e eles”.

O “nós”sempre bom e certo.

“Eles” sempre errados, reacionários, direitistas, golpistas.

Discurso que engana trouxa da militância mas que não serve para o pragmatismo de Lula e nem para ganhar eleição.

Compartilhar } 2 Compartilhamentos
Ricardo Rosado

Descrição Diretor do Portal No Ar e Repórter do Fatorrrh.

todos os blogs