• câmbio
    dólar R$
    euro R$
  • tempo, natal/rn
    27ºc
VOLTA AO TRABALHO

Federação Nacional dos Trabalhadores dos Correios anuncia fim da greve

TST determinou que empregados pagarão parte do plano de saúde e exigiu a volta ao trabalho

Por Estadão Conteúdo

14 de março de 2018 | 07:38

Trabalhadores dos Correios decidiram pelo fim da greve nessa terça-feira, 13, após decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinar que empregados pagarão parte do plano de saúde e exigir a volta ao trabalho de 80% dos carteiros.

“Uma greve com 20% do pessoal não atende ao objetivo do movimento. Achamos melhor recuar estrategicamente e nos reorganizar”, disse o secretário-geral da Federação Nacional dos Trabalhadores dos Correios (Fentect), Jose Rivaldo da Silva.

Contrariada, a Federação determinou o fim da greve nacional no fim da tarde, mas defende que o TST pode ter aberto um “precedente perigoso” para outras categorias de trabalhadores por ter desrespeitado acordo coletivo ao determinar o pagamento de uma parcela do plano de saúde pelos carteiros.

A Federação argumenta que o TST julgou uma cláusula social – o benefício de saúde – como sendo uma “questão econômica sem que houvesse comum acordo entre as partes”. “Amanhã, a empresa pode cortar outros benefícios, como a alimentação”, argumenta o secretário-geral da Fentect.

Apesar das críticas, a Federação reconhece que houve “recuo mínimo” do TST ao permitir manter pais e mães dos empregados no plano de saúde até 31 de julho de 2019 com base nas regras antigas.

Diante do debate sobre eventual privatização dos Correios, a Federação diz que será mantido estado de greve e a categoria pode interromper o trabalho “a qualquer momento contra a privatização ou outro ataque que se coloque na ordem do dia”. Enquanto isso, a Federação diz que deve ser intensificada a preparação da campanha salarial esperada para começar em julho.

Balanço dos Correios indicava que 24 dos 32 sindicatos de trabalhadores da empresa que aderiram à greve já tinham decidido pelo retorno ao trabalho às 18h da terça-feira. Segundo a empresa, o grupo representa 96,5 mil empregados – o equivalente a 91% do efetivo dos Correios.

RECOMENDAMOS

JUSTIÇA ELEITORAL

Aplicativo registra 10 mil reclamações eleitorais

ALCKMIN SOBRE BOLSONARO

Candidaturas folclóricas não resistem ao 2º turno

AJUSTES

MPE manda São José de Mipibu adequar transparência

PARNAMIRIM

Fórum de Educação foca em alunos com microcefalia

FISCO

Cerveja Proibida é investigada por fraude de R$ 100 mi

INVESTIGAÇÃO

PF instaura 2º inquérito para apurar ataque a Bolsonaro

ESTUDOS

ENEM: Cinco maneiras de se preparar para a prova

"ME SINTO MAL"

Marília Mendonça recebe ameaças após campanha 'Ele Não'

comentários

ANUNCIE JÁ!

RUA DESEMBARGADOR BENÍCIO FILHO, N° 465 PETRÓPOLIS CEP: 59014-470

PABX:

2020-1200

REDAÇÃO:

2020-1200

COMERCIAL:

2020-1200

FALE CONOSCO

Nome
TELEFONE
E-MAIL