câmbio:

DÓLAR R$ 3.6784 EURO R$ 4.3424

Tempo, natal:

26°C

Geral

JÁ FOI PIOR

04/01/2018

17:17

Forças Armadas atendem metade das ocorrências policiais no RN

"Quando chegamos aqui, índice de atendimento era de 4% do total de pedidos feitos pelo 190"

Por Redação com informações do UOL

Forças Armadas em ação na capital potiguar

Compartilhar } 2 Compartilhamentos

As Forças Armadas atendem, atualmente, metade dos pedidos de socorro da população do Rio Grande do Norte, por meio do número 190. A informação do portal UOL se refere à quarta-feira, 3.

A estatística foi repassada, nesta quinta-feira (4), pelo general Ridauto Lúcio Fernandes, que está no comando das forças de segurança no RN. O militar contou que a situação era pior quando os militares foram às ruas para suprir a ausência dos policiais, que fazem manifestações contra os atrasos de salários e por melhores condições de trabalho.

“Quando chegamos aqui [dia 29/12], o índice de atendimento era de 4% do total de pedidos feitos pelo 190. Já chegamos a 50%, mas ainda não é satisfatório, estamos trabalhando para melhorar isso. É o nosso principal alvo”, explicou.

Para melhorar o índice, ele falou que está sendo aperfeiçoada a integração dos sistemas de monitoramento das viaturas policiais e das Forças Armadas, o que deve melhorar a dinâmica.

Além da melhora no atendimento das ocorrências, o general ressaltou que os índices de criminalidade caíram após a chegada das tropas no Estado. “O número de roubos caiu 41% e o de mortes violentas, 30%. São dados significativos”, disse.

O general disse acreditar que os militares podem concluir o trabalho no dia 12, conforme previsto no decreto presidencial, e deixar o RN já na próxima semana.

Compartilhar } 2 Compartilhamentos

últimas notícias

+ Lidas

recomendamos

comentários

Ao comentar, o leitor concorda com nossas regras e política de privacidade. Veja aqui

O espaço de comentários do Portal no AR pode ser moderado. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. anônimas ou assinadas com e-mail falso;
8. fora do contexto do portal.

O Portal no AR:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;
3. não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros.
4. se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.