câmbio:

DÓLAR R$ 3.6784 EURO R$ 4.3424

Tempo, natal:

24°C

Geral

MOMENTO HISTÓRICO

14/03/2018

09:53

Governo assume gestão da Fortaleza dos Reis Magos

A solenidade oficial terá o ato simbólico da entrega da chave da Fortaleza ao Governador Robinson Faria

Por Redação

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

O Governo do RN marca um momento histórico para o Rio Grande do Norte nesta quinta (15/03), às 10h, com a assinatura do termo de transferência de gestão da Fortaleza dos Reis Magos, que será realizada nas dependências do monumento.

Na oportunidade, o governador Robinson Faria e as direções do Instituto do Patrimônio Histórico e Arquitetônico Nacional (IPHAN) e da Superintendência do Patrimônio da União (SPU), firmam o documento que transfere a administração da fortificação histórica.

A solenidade oficial terá o ato simbólico da entrega da chave da Fortaleza ao Governador Robinson Faria, além da participação de bailarinos da Escola de Dança do Teatro Alberto Maranhão e da Banda de Música da Marinha.

Restauração

O equipamento, que desde 2013 estava sob a gestão do IPHAN, após anos anteriores da administração estadual, terá obras de restauração de piso, teto e acessibilidade, através de investimentos em torno de R$ 5 milhões do Governo Cidadão, assegurados pelo governador Robinson Faria.

O monumento é um dos mais visitados pontos turísticos de Natal. A edificação conta um pouco da história da capital e de todo o estado do Rio Grande do Norte. Construído para proteger Natal ainda na época de sua colonização, a fortificação está localizada na Praia do Forte, Zona Leste da cidade. A construção, que demorou 30 anos, foi concluída em 6 de janeiro de 1598, Dia de Reis.

20 anos

Pelo termo de cessão do equipamento, celebrado entre a FJA e o IPHAN por um período de 20 anos, caberá ao Governo do Estado conservar o imóvel, respondendo por todas as despesas de uso, guarda e preservação, seguindo as orientações do órgão federal.

O retorno da gestão da Fortaleza é uma dos principais ações em pauta na atual administração da Fundação José Augusto. Para a diretora geral da FJA, Isaura Rosado, “trata-se de uma determinação expressa pelo Governador Robinson Faria quando nos convidou a assumir a Fundação José Augusto”. “Para isso contaremos com a parceria indispensável das SETUR, SIN, IPHAN e SPU”, complementa o diretor administrativo da FJA, Iaperi Araújo.

A Fortaleza foi tombada em 1949 e esteve sob administração da FJA até 2013. Uma grande intervenção para a conservação foi realizada em 2005 com recursos do IPHAN. Em 2013 a gestão foi transferida para a União.

Durante a gestão do IPHAN, o Superintendente Regional Armando Holanda, articulou a devolução do equipamento ao Governo do RN, devido a reduzida estrutura do órgão federal para a administração da Fortaleza. Na oportunidade, o projeto de restauração estava pronto e aprovado pelo IPHAN, cujas sucessivas mudanças na direção do órgão retardaram a transferência que agora se concretiza.

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

últimas notícias

+ Lidas

recomendamos

comentários

Ao comentar, o leitor concorda com nossas regras e política de privacidade. Veja aqui

O espaço de comentários do Portal no AR pode ser moderado. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. anônimas ou assinadas com e-mail falso;
8. fora do contexto do portal.

O Portal no AR:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;
3. não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros.
4. se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.