câmbio:

DÓLAR R$ 3.7975 EURO R$ 4.4609

Tempo, natal:

23°C

Brasil e Mundo

SAÚDE

13/03/2018

17:58

Governo quer vacinar 10 milhões de adolescentes contra meningite e HPV

Devem receber a dose contra o HPV meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos

Por Paula Laboissière/Agência Brasil

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

O Ministério da Saúde lançou nesta terça-feira (13) a Campanha de Mobilização e Comunicação para a Vacinação do Adolescente contra HPV e Meningites. Cerca de 10 milhões de jovens estão sendo convocados a comparecer aos postos de saúde para serem imunizados.

Devem receber a dose contra o HPV meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos. Já a faixa etária de imunização contra a meningite C foi ampliada e passa a ser de 11 a 14 anos. Até o ano passado, eram imunizados apenas meninos e meninas de 12 e 13 anos.

“A campanha está completamente de acordo com a mudança de foco que estamos implantando no Ministério da Saúde, que é priorizar a prevenção”, avaliou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

A coordenadora do Programa Nacional de Imunizações, Carla Domingues, explicou que a vacina estará disponível o ano inteiro para adolescentes e não em um período pré-definido. A campanha será de esclarecimento e conscientização para que o público alvo compareça aos pontos de vacinação.

Com o slogan “Não perca a nova temporada de vacinação contra a meningite C e o HPV”, a campanha será veiculada de 13 a 30 de março por meio de filme, jingle para rádios, outdoor, envelopamento em metrô e ônibus, peças digitais e conteúdos para redes sociais, cartazes e folders.

Vacinação nas escolas

Durante coletiva de imprensa, Barros cobrou maior participação dos gestores municipais e das escolas no processo de imunização, já que adolescentes configuram um público-alvo que dificilmente procura os centros de saúde.

A pasta informou que já enviou ao Ministério da Educação material informativo sobre ambas as doenças. A proposta consiste em estimular os professores a conversar com alunos e familiares sobre o tema.

“Nesta campanha, vamos pedir ao MEC que solicite às escolas o envio ao Ministério da Saúde da programação de vacinação em cada unidade escolar”, completou o ministro.

HPV

Dados do ministério apontam que, desde a incorporação da vacina contra o HPV no Calendário Nacional de Vacinação, 4,9 milhões de meninas completaram o esquema com a segunda dose, totalizando 48,7% do total de público na faixa etária de 9 a 14 anos.

Com a primeira dose, foram vacinadas 8 milhões de meninas nessa mesma faixa, o que corresponde a 79,2%. A pasta alerta, entretanto, que a cobertura vacinal só está completa com as duas doses.

Já entre os meninos, 1,6 milhão foram vacinados com a primeira dose, o que representa 43,8% do público-alvo.

No Brasil, são estimados 16 mil casos de câncer de colo do útero por ano e 5 mil óbitos de mulheres associados à doença. Mais de 90% dos casos de câncer anal e 63% dos cânceres de pênis são atribuídos à infecção, principalmente pelo subtipo 16.

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

últimas notícias

+ Lidas

recomendamos

comentários

Ao comentar, o leitor concorda com nossas regras e política de privacidade. Veja aqui

O espaço de comentários do Portal no AR pode ser moderado. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. anônimas ou assinadas com e-mail falso;
8. fora do contexto do portal.

O Portal no AR:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;
3. não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros.
4. se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.