câmbio:

DÓLAR R$ 3.2657 EURO R$ 3.6724

Tempo, natal:

Partly Cloudy 26°C

Economia

Investimento

05/02/2017

07:03

Grupo investe R$ 100 milhões para construir maior resort do RN

Expectativa é a geração de 300 empregos diretos e 1 mil indiretos no estado

Por Júlio Rocha

Compartilhar } 11 Compartilhamentos

Um dos mais prestigiados grupos hoteleiros do mundo, o português Vila Galé, lançou neste sábado a pedra fundamental do Vila Galé Touros Hotel Resort, um investimento de R$ 100 milhões em uma área de 100 mil m² localizado na praia de Touros. A solenidade que contou com a presença do governador Robinson Faria, secretários estaduais e prefeitos do litoral norte.

O presidente do Grupo Vila Galé, Jorge Rebelo destacou que esse será o 8º resort do grupo no Brasil, além dos 20 existentes em Portugal. “Nossa expectativa é a geração de 300 empregos diretos e 1 mil indiretos no estado, já na fase de construção estão sendo gerados 800 empregos. O resort de Touros será o maior do estado e vai ajudar a consolidar a nossa posição de maior rede de resorts do Brasil”, destacou Rebelo.

As obras estão em fase de terraplenagem e a previsão é de que o empreendimento seja inaugurado em 30 de setembro de 2018. O público esperado é de turistas nacionais do Sudeste, além de europeus e sul-americanos. A estrutura contará com 514 leitos, três restaurantes, Spa e um centro de convenções de 1750 m². Em 2016, o grupo teve um faturamento de 170 milhões de euros. Somente no Brasil o faturamento chegou a R$ 216 milhões, um acréscimo de 6% em relação a 2015.

A licença ambiental para a construção do resort foi emitida, com celeridade, pelo Governo do RN, em novembro de 2016, após visitas e estudos técnicos por parte do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema). O Rio Grande do Norte foi escolhido pelo grupo para sediar o resort em virtude da localização geográfica, que permite acesso rápido em voos diretos da Europa para a capital, além da segurança jurídica proporcionada pelo Poder Executivo e pela segurança para abrigar novos investimentos. Dessa forma, o novo empreendimento significa mais fomento à cadeia turística e geração de emprego e renda para os potiguares.

O governador Robinson Faria disse que, dentre as ações do governo para garantir mais esse investimento para o RN, dois se destacam. “O trabalho do Idema foi e tem sido essencial para garantir que novos grupos possam se instalar aqui. No caso do Vila Galé, tivemos que vencer a burocracia de forma ágil, mas dentro da legalidade, para não perder uma obra de importância turística como essa. Outro ponto foi a nossa ação de governo de desonerou o ICMS incidente sobre o querosene de aviação e permitiu que captássemos mais novos voos nacionais e internacionais, assim como o ICMS zero para voos chater e fretados, colocando o RN de volta no cenário dos destinos mais procurados”, lembrou.

O secretário de Turismo do RN, Ruy Gaspar, também falou sobre a importância para a economia de um empreendimento como o do Vila Galé. “Nos dá orgulho ver que mais um grupo importante investiu e apostou no RN como potência turística. Nos orgulha ver um empreendimento desse porte aqui. Não tenho dúvidas que o turismo aqui vai crescer muito, como foi em São Miguel do Gostoso. Uma obra desse tamanho acaba gerando, sem dúvidas, desenvolvimento de toda uma região”, projetou.

 

Compartilhar } 11 Compartilhamentos

últimas notícias

+ Lidas

recomendamos

comentários

Ao comentar, o leitor concorda com nossas regras e política de privacidade. Veja aqui

O espaço de comentários do Portal no AR pode ser moderado. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. anônimas ou assinadas com e-mail falso;
8. fora do contexto do portal.

O Portal no AR:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;
3. não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros.
4. se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.