Economia

FIERN

Importações do RN caíram 4% em 2017, mostra levantamento

Trigo lidera lista de produtos importados e Argentina aparece como principal origem das importações

Por Redação

9 de fevereiro de 2018 | 12:53

As importações do Rio Grande do Norte em 2017 foram 4% menores em comparação com 2016. É o que atesta levantamento feito pelo Centro Internacional de Negócios da FIERN. O trigo lidera a lista de produtos importados e a Argentina aparece como principal origem das importações do estado no ano passado. Em seguida vem Estados Unidos e Malásia (de onde foram importados painéis fotovoltaicos) e a China.

De acordo com a pesquisa do CIN/FIERN, o ranking de países fornecedores do RN é bastante afetado por grandes importações pontuais que acontecem a cada ano, como foi o caso da Espanha em 2015, com grande fornecimento de aerogeradores.

“Apenas o trigo se mantém ano após ano como um dos principais produtos importados, sendo a Argentina o maior fornecedor mas também aparecendo os Estados Unidos como importante origem desse produto”, explica o Gerente do CIN/FIERN, Luiz Henrique Guedes.

O levantamento mostra ainda que insumos industriais, máquinas e equipamentos têm sido sempre a base das importações do RN, com pouca ocorrência de bens de consumo, estes chegando ao mercado potiguar geralmente através de importações realizadas por outros estados.

RECOMENDAMOS

ÁGUA

Previsão é de chuva no RN durante todo fim de semana

SERVIDOR MUNICIPAL

Natal disponibiliza declaração de rendimentos segunda

CARNAVAL E PREVENÇÃO

Médicos alertam para aumento de sífilis e HIV

INQUÉRITO INSTAURADO

Candidata do PRB obteve R$ 585 mil e 161 votos

FUTEBOL

Estadual tem maior média de público dos últimos 12 anos

PREVENÇÃO

Campanha de prevenção foca no avanço de HIV em homens

VAR

CBF confirma que Brasileirão terá arbitragem de vídeo

BENEFÍCIO

Contratos do Proadi vão gerar 3.500 empregos

comentários

ANUNCIE JÁ!

RUA DESEMBARGADOR BENÍCIO FILHO, N° 465 PETRÓPOLIS CEP: 59014-470

PABX:

2020-1200

REDAÇÃO:

2020-1200

COMERCIAL:

2020-1200

FALE CONOSCO

Nome
TELEFONE
E-MAIL