câmbio:

DÓLAR R$ 3.4117 EURO R$ 4.1872

Tempo, natal:

24°C

Geral

PERIGO NO MAR

16/04/2018

11:46

Natalense atacado por tubarão estava em Pernambuco à procura de emprego

Pablo Diego estava em Recife desde janeiro; amigos afirmaram que ele sabia do risco de ataque

Por Geraldo Miranda

Compartilhar } 2 Compartilhamentos

A busca por novas oportunidades de trabalho fizeram o potiguar Pablo Diego Inácio de Melo, de 34 anos, buscar novos ares em outro estado. O destino escolhido por ele foi o estado de Pernambuco.

“Diego”, como era chamado pelos amigos, estava em Recife, a capital pernambucana, desde janeiro e começava a construir sua vida na cidade. No domingo, 16, ele chamou mais dois amigos para tomar um banho de mar, mesmo com o tempo chuvoso.

Chegando a Praia de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, ele se deparou com a sinalização que informava os riscos de ataque naquela região. Não deu atenção. Seus amigos que já tinham conhecimento dos ataques tentaram adverti-lo sobre os riscos do local, porém ele mais uma vez não deu ouvidos aos avisos.

Shark

Pablo Diego é atendido após ataque de tubarão. (Foto: Cedida/CBMPE)

“Esta foi a segunda vez que ele vinha à praia aqui. O pessoal que estava com ele, que sabia da situação, alertou. Ele estava ciente do risco, de que não deveria ir para muito fundo. Também havia placas dizendo que era área de risco, principalmente porque a maré estava cheia”, informou o  microempreendedor Leandro do Nascimento, amigo da vítima, à imprensa pernambucana.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros de Pernambuco, às 14h38 foi realizado o chamado para socorrer uma vítima de ataque de tubarão. Diego se tornaria mais uma estatística após tantos avisos de não adentrar na famosa região devido aos ataques.

Ele adentrou no mar com água até a cintura segundo testemunhas, mas já existiam registros de ataques em dias chuvosos e em pessoas com água até os joelhos.

Voltando a “Diego”, ele segue tomando banho até que subitamente começa a gritar. O ataque inicial ocorreu na perna direita e no intuito de escapar do predador usou os braços para se defender e em seguida foi mordido no local.

A vítima foi socorrida, inicialmente, por duas equipes do Corpo de Bombeiros. Em seguida, foi levado de helicóptero ao Hospital da Restauração, onde passou por procedimento de amputação da perna direita. O braço direito também precisou ser operado para fazer uma revascularização, devido a extensão da lesão. O procedimento é realizado quando as veias e artérias são unidas para restabelecer a circulação sanguínea.

Na região da Igrejinha de Piedade foi registrado oficialmente o primeiro de ataque de tubarão, em 1992, quando o Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões (Cemit) começou a somar as ocorrências. Até agora são 64 vítimas de ataques, sendo 24 mortes.

O estado de saúde do potiguar é  delicado, segundo informações repassadas pelo Hospital da Restauração (HR), nesta segunda-feira (16). A vítima segue entubada e permanece na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital. Pablo Diego Inácio de Melo respira com a ajuda de aparelhos e usa drogas vasoativas para manter a pressão arterial estabilizada. Porém, a tendência é que as drogas e a sedação sejam diminuídas no final da tarde e que os tubos sejam retirados.

Compartilhar } 2 Compartilhamentos

últimas notícias

+ Lidas

recomendamos

comentários

Ao comentar, o leitor concorda com nossas regras e política de privacidade. Veja aqui

O espaço de comentários do Portal no AR pode ser moderado. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. anônimas ou assinadas com e-mail falso;
8. fora do contexto do portal.

O Portal no AR:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;
3. não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros.
4. se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.