câmbio:

DÓLAR R$ 3.4711 EURO R$ 4.242

Tempo, natal:

28°C

Cotidiano

SAÚDE INFANTIL

15/04/2018

07:14

Pediatra alerta sobre os cuidados para os bebês que usam colar de âmbar

Se não for controlado pelos responsáveis, o acessório pode trazer alguns riscos

Por Redação

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

O acessório que tem questionado muitos pais e vem gerando polêmica é o colar de âmbar. A dúvida se traz benefícios ou não para as crianças tem se estendido aos consultórios e pesquisas.

Se por um lado, acredita-se que o colar auxilia em fases da infância em que os bebês sentem dores, como a do nascimento dos dentes, por outro, alguns especialistas contra-indicam o uso.

“Ainda é cedo para relacionar a diminuição de sintomas pelas crianças que utilizam o colar. Até hoje não há nenhum estudo oficial que comprove algum benefício no uso do colar’’, revela Gabriella Roriz, pediatra do Hapvida Saúde.

O âmbar é uma resina vegetal encontrada na região dos Bálticos e em contato com o corpo, o composto químico pode fortalecer o sistema imunológico. Mas, ainda é cedo para associar os benefícios. Segundo a pediatra, os cuidados, nesses casos, devem ser redobrados.

“Os perigos estão em situações de enforcamento ou engasgamento com algumas das bolinhas do acessório. As medidas de prevenção são direcionadas aos pais pela atenção e espera, em pelo menos, aos 6 meses de vida para a criança usar o colar de âmbar’’, explica a médica.

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

últimas notícias

+ Lidas

recomendamos

comentários

Ao comentar, o leitor concorda com nossas regras e política de privacidade. Veja aqui

O espaço de comentários do Portal no AR pode ser moderado. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. anônimas ou assinadas com e-mail falso;
8. fora do contexto do portal.

O Portal no AR:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;
3. não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros.
4. se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.