câmbio:

DÓLAR R$ 3.1680 EURO R$ 3.7417

Tempo, natal:

26°C

Lazer

Investigação

16/03/2017

20:27

PGJ ignora recomendação e diz que seguirá com aluguel alvo de inquérito

Procuradoria de Justiça, ao mesmo tempo, diz que prestará esclarecimentos

Por Dinarte Assunção

Compartilhar } 4 Compartilhamentos

A Procuradoria Geral de Justiça, a despeito da recomendação e inquérito aberto sobre a locação de imóvel no bairro das Quintas, com despesa prevista em torno de R$ 15 milhões por cinco anos, não pretende seguir a recomendação dos promotores do Patrimônio Público.

“O Ministério Público do Rio Grande do Norte continua analisando a proposta de locação do prédio com cuidado de esclarecer todos os questionamentos da promotoria do Patrimônio Público”, comunicou a PGJ em nota.

Autor do inquérito, o promotor de Defesa do Patrimônio Público, Giovanni Rosado afirmou que a solicitação do procedimento atendeu informações contidas em um laudo técnico disponibilizado na última segunda-feira, 13, que continha supostas irregularidades.

“Trata-se de apenas um laudo que foi disponibilizado no dia 13 de março, o contrato ainda não foi assinado e vamos aguardar o recebimento das informações requisitadas”, explicou o promotor.

Compartilhar } 4 Compartilhamentos

últimas notícias

+ Lidas

recomendamos

comentários

Ao comentar, o leitor concorda com nossas regras e política de privacidade. Veja aqui

O espaço de comentários do Portal no AR pode ser moderado. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. anônimas ou assinadas com e-mail falso;
8. fora do contexto do portal.

O Portal no AR:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;
3. não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros.
4. se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.