Política

GOIANINHA

PGR quer prisão de Dison Lisboa, que recorre ao STF

Ex-prefeito de Goianinha tenta habeas corpus pare reduzir pena de cinco anos

Por Redação

16 de maio de 2017 | 10:17

O deputado estadual Dison Lisboa (PSD) tenta no Supremo Tribunal Federal habeas corpus contra decisão do Superior Tribunal de Justiça.

O STJ determinou ao Tribunal de Justiça do RN a adoção das medidas que se fizerem necessárias para a execução de pena de cinco anos de prisão por fatos que são imputados a Dison à época em que foi prefeito de Goianinha.

A decisão do STJ, de fevereiro deste ano, destaca que “a confirmação da decisão condenatória em segundo grau, autoriza o início do cumprimento da pena reclusiva pelos condenados, ainda que não tenha havido o transito em julgado”.

A defesa de Dison alega que não está sendo considerado o atenuante de que ele ressarciu os cofres públicos, o que poderia reduzir a pena de cinco anos. Assim, ingressou com habeas corpus pedindo, em liminar, suspensão da execução imediata da pena e, no mérito, a diminuição da pena.

RECOMENDAMOS

ELAS NO COMANDO

Enem 2018: Mulheres são 76% das notas 1000 na redação

NOVA CASA

América anuncia saída de goleiro titular após 3 jogos

OPERAÇÃO TUBÉRCULO

Vereadores votarão cassação do prefeito de Caicó

TRADIÇÃO E ARTE

Rendeiras da vila de Ponta Negra é tema de documentário

ENCONTRO

Governo discute com FGV medidas para melhorar Educação

MUDANÇA

Força e Luz é o primeiro time a demitir técnico

Filmes serão exibidos na UFRN
ENSINO SUPERIOR

Sisu disponibiliza mais de 13 mil vagas no RN

APOSENTADORIA?

Karl Lagerfeld não encerra desfile da Chanel em Paris

comentários

ANUNCIE JÁ!

RUA DESEMBARGADOR BENÍCIO FILHO, N° 465 PETRÓPOLIS CEP: 59014-470

PABX:

2020-1200

REDAÇÃO:

2020-1200

COMERCIAL:

2020-1200

FALE CONOSCO

Nome
TELEFONE
E-MAIL