câmbio:

DÓLAR R$ 3.6784 EURO R$ 4.3424

Tempo, natal:

25°C

Geral

TRATAMENTO

13/03/2018

14:37

Rio Grande do Norte terá expansão dos serviços de radioterapia

Rede de atendimento oncológico receberá um acelerador linear

Por Redação

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

O Rio Grande do Norte é um dos estados contemplados no Plano de Expansão da Radioterapia, do Ministério da Saúde (MS), ação que promoverá melhorias no tratamento aos pacientes com câncer. A rede de atendimento oncológico receberá um acelerador linear, equipamento utilizado para radioterapia e que dará maior acesso aos pacientes oncológicos no Sistema Único de Saúde (SUS).

A aquisição irá contribuir ainda mais para a assistência aos pacientes com câncer no Rio Grande do Norte, que já é considerado, entre os estados do Norte-Nordeste, como uma das melhores coberturas aos exames de alta complexidade, devido à forma positiva com que o serviço é gerenciado pela Sesap, num modelo de funcionamento onde não há filas de espera pelos procedimentos. O RN realiza uma média de 5.300 procedimentos de quimioterapia por mês e de 63.600 procedimentos ao ano. Com o serviço ambulatorial para tratamento de câncer, o estado investiu em 2017 um total de R$ 41.116.609,25.

A gestão da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) esteve em Brasília/DF, no final de fevereiro, na reunião que viabilizará a expansão da terapia oncológica, através da radioterapia. O equipamento será instalado no Hospital Universitário Onofre Lopes (Huol), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Huol-UFRN). Serão destinados R$ 1,97 milhão para a aquisição de um acelerador linear e R$ 6 milhões para a construção de um espaço, denominado bunker, para receber o equipamento. A Liga Mossoroense já possui um acelerador e receberá outro. Em Natal, a Liga de Combate ao Câncer terá seu equipamento substituído por um novo.

Os aceleradores lineares são equipamentos de alta complexidade tecnológica e sua instalação exige espaço físico com características peculiares e distintas das construções tradicionais de estabelecimentos e unidades de saúde, com sistemas próprios de climatização, refrigeração da água, sistema elétrico diferenciado e maior espessura das paredes.

O Plano de Expansão da Radioterapia contempla a aquisição de 140 aceleradores lineares em todo o país. Segundo o MS, a meta é que até 2019 todos os aparelhos estejam em funcionamento, atendendo 100% do público-alvo. Segundo o levantamento do Instituto Nacional do Câncer (INCA), no biênio 2018-2019 serão cerca de 600 mil novos casos, em cada ano, aproximadamente 282.450 em mulheres e 300.140 em homens.

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

últimas notícias

+ Lidas

recomendamos

comentários

Ao comentar, o leitor concorda com nossas regras e política de privacidade. Veja aqui

O espaço de comentários do Portal no AR pode ser moderado. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. anônimas ou assinadas com e-mail falso;
8. fora do contexto do portal.

O Portal no AR:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;
3. não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros.
4. se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.