câmbio:

DÓLAR R$ 3.7671 EURO R$ 4.3691

Tempo, natal:

26°C

Economia

ANUALMENTE

13/03/2018

15:57

RN deixa de arrecadar R$ 40 milhões com gás de cozinha por ano, afirma deputado

Alerta foi feito na manhã desta terça-feira (13), em sessão na Assembleia Legislativa

Por Redação

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

Cerca de 40% do gás de cozinha consumido no Rio Grande do Norte é proveniente dos estados do Ceará e Pernambuco. Quem afirma é o deputado estadual Hermano Morais (MDB) que chamou atenção para a consequente perda de arrecadação de impostos e de postos de trabalho para o RN. O alerta foi feito na manhã desta terça-feira (13), em sessão na Assembleia Legislativa.

“É uma situação que precisa ser revista, principalmente em um momento que o estado procura aumentar a sua arrecadação. Participei de reunião com o secretário estadual de Tributação, André Horta, e tratamos de formas para reverter esse quadro”, disse Hermano.

Segundo o deputado, as distribuidoras de gás que estão sem opção de compra no Estado, em virtude da falta investimento da Petrobras no Rio Grande do Norte são obrigadas a comprar no Ceará e Pernambuco. “A aquisição do gás fora, tem um gasto social. Postos de trabalhos são transferidos para esses estados. E isso porque falta investimento por parte da Petrobras aqui no estado, que tem matéria a prima e com isso está perdendo quase R$ 40 milhões em impostos por ano”, destacou.

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

últimas notícias

+ Lidas

recomendamos

comentários

Ao comentar, o leitor concorda com nossas regras e política de privacidade. Veja aqui

O espaço de comentários do Portal no AR pode ser moderado. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. anônimas ou assinadas com e-mail falso;
8. fora do contexto do portal.

O Portal no AR:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;
3. não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros.
4. se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.