câmbio:

DÓLAR R$ 3.6784 EURO R$ 4.3424

Tempo, natal:

26°C

Geral

CRIMES SEXUAIS

06/06/2018

10:51

RN lidera ranking de estupros, mostra Atlas da Violência

Estado tem a maior quantidade de vítimas que registram os casos em hospitais

Por Redação

Foto: Reprodução/Internet

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

O Rio Grande do Norte é o estado brasileiro com a maior quantidade de vítimas de estupro que registram os casos no Sistema Único de Saúde. Dos 22.918 incidentes dessa natureza contabilizados no país em 2016, 4.088 ocorreram em solo potiguar. Pernambuco, que aparece na segunda posição, teve 2.100 ocorrências do tipo.

Os dados foram extraídos do Atlas da Violência 2018, levantamento elaborado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e divulgado nessa terça-feira, 5.

Se por um lado, o RN fica no topo dos casos de estupro registrados pelo Sistema Único de Saúde no país, por outro é o segundo estado que registrou menos casos do tipo no Fórum Brasileiro de Segurança Pública em 2016. Os registros obtidos junto às fontes policiais somam apenas 206 ocorrências.

A discrepância entre os registros da Saúde e da Segurança Pública pode revelar a preferência das vítimas em apenas procurar ajuda para curar os traumas, sem denunciar os estupradores.

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

últimas notícias

+ Lidas

recomendamos

comentários

Ao comentar, o leitor concorda com nossas regras e política de privacidade. Veja aqui

O espaço de comentários do Portal no AR pode ser moderado. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. anônimas ou assinadas com e-mail falso;
8. fora do contexto do portal.

O Portal no AR:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;
3. não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros.
4. se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.