câmbio:

DÓLAR R$ 3.1728 EURO R$ 3.7616

Tempo, natal:

27°C

Geral

PM EM LUTO

05/06/2017

11:11

Sargento morreu após assassinos o identificarem como policial

Antônio Cândido dos Santos era subcoordenador do Curso de Nivelamento de Praças

Por Redação

PM se refere a Cândido como um "bravo sargento" e "honrado guerreiro" (Reprodução/Facebook)

Compartilhar } 5 Compartilhamentos

A Polícia Militar do Rio Grande do Norte se pronunciou sobre a morte do sargento Antônio Cândido dos Santos. O policial que trabalhava no Seridó Potiguar foi morto a tiros por dois homens nas proximidades da Liga Contra o Câncer, na Zona Oeste de Natal, onde o pai dele fazia tratamento contra a doença.

Em nota, a PM se refere a Cândido como um “bravo sargento” e “honrado guerreiro”. A corporação garante que “apesar do sentimento de luto os integrantes da Polícia Militar não estão medindo esforços para levar os responsáveis a Justiça”.

A Polícia Militar também diz que Cândido foi morto quando os “indivíduos o identificaram como policial”.

Veja nota na íntegra:

É com pesar que a Polícia Militar comunica o falecimento do bravo Sargento da Polícia Militar Antônio Cândido dos Santos.

O Sargento Cândido ingressou na corporação no ano de 2000 como Soldado, tendo sido promovido à graduação de Cabo PM no ano de 2006 e atualmente na graduação de 3º Sargento desempenhava a função de subcoordenação do Curso de Nivelamento de Praças (CNP) em Caicó.

O Polícia Cândido faleceu na manhã desta segunda-feira (05), nas proximidades da Liga Contra o Câncer, na Av. Interventor Mário Câmara, Nazaré, após ser atingido por disparos de arma de fogo, efetuados por indivíduos que o identificaram como policial militar.

A Polícia Militar lamenta a morte deste honrado guerreiro, externando aos amigos, companheiros de trabalho e familiares seu sentimento de mais profundo pesar.

Apesar do sentimento de luto os integrantes da Polícia Militar não estão medindo esforços para levar os responsáveis a Justiça. 

Veja vídeo gravado segundos antes da execução:

Leia mais sobre o caso:

Policial militar é morto ao levar o pai para hospital em Natal

 

Compartilhar } 5 Compartilhamentos

últimas notícias

+ Lidas

recomendamos

comentários

Ao comentar, o leitor concorda com nossas regras e política de privacidade. Veja aqui

O espaço de comentários do Portal no AR pode ser moderado. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. anônimas ou assinadas com e-mail falso;
8. fora do contexto do portal.

O Portal no AR:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;
3. não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros.
4. se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.