Geral

SAÚDE

Saúde discute parceria com representantes da Unicat

Reunião debateu proposta para disponibilizar a aplicação do medicamento Palivizumabe

Por Redação

19 de janeiro de 2018 | 07:20

A Secretaria Municipal de Saúde recebeu na quarta-feira (17) os representantes da Unidade Central de Agentes Terapêuticos (UNICAT) para conversar sobre proposta de parceria para disponibilizar na rede de saúde municipal, a aplicação do medicamento Palivizumabe em recém-nascidos prematuros extremos, 28 semanas de gestação, que são cardiopatas ou bronco-displásicos.

De acordo com o coordenador do Componente Estratégico de Assistência Farmacêutica, Thiago Vieira, o medicamento Palivizumabe é distribuído pelo Ministério da Saúde ao Estado para a prevenção da infecção pelo Vírus Sincicial Respiratório (VSR). “Precisamos dessa parceria com a SMS para viabilizar o acesso da aplicação do medicamento Palivizumabe, que aumenta a proteção de bebês com esses tipos de condição clínica, conferindo imunidade contra o VSR”.

A proposta da Unicat é que a SMS possa ampliar e assumir com algumas unidades de saúde a aplicação desse medicamento para facilitar o acesso a imunidade contra o Vírus Sincicial Respiratório na rede pública municipal, para crianças que são cardiopatas ou bronco-displásicos.

A secretária municipal de saúde, Saudade Azevedo, mostrou-se receptiva e prometeu estudar a proposta com os gestores para verificar a possibilidade da viabilização na SMS.

Thiago explicou que o medicamento é enviado ao Estado pelo Ministério da Saúde e seria entregue a SMS sem custo para o município e SMS ficaria responsável pela logística da aplicação desse medicamento junto aos pacientes.

O vírus Sincicial Respiratório circula entre os meses de fevereiro e julho no estado do RN. As aplicações do medicamento são feitas durante a circulação do vírus e são limitadas a cinco aplicações por ano. A criança ao nascer e se enquadrada nessas categorizações de condições clínicas, é imunizada até um ano se for prematuro extremo, e se enquadrados nas duas condições clínicas até dois anos.

Participaram ainda da reunião, a farmacêutica da UNICAT, Marlene Paiva, a diretora do Departamento da Assistência Farmacêutica, Indyanara Altoé; a diretora do de Atenção Básica, Ana Paula Queiroz; do Departamento Atenção Especializada (DAE), Renata Silva, entre outros representantes.

RECOMENDAMOS

ÁGUA

Previsão é de chuva no RN durante todo fim de semana

SERVIDOR MUNICIPAL

Natal disponibiliza declaração de rendimentos segunda

CARNAVAL E PREVENÇÃO

Médicos alertam para aumento de sífilis e HIV

INQUÉRITO INSTAURADO

Candidata do PRB obteve R$ 585 mil e 161 votos

FUTEBOL

Estadual tem maior média de público dos últimos 12 anos

PREVENÇÃO

Campanha de prevenção foca no avanço de HIV em homens

VAR

CBF confirma que Brasileirão terá arbitragem de vídeo

BENEFÍCIO

Contratos do Proadi vão gerar 3.500 empregos

comentários

ANUNCIE JÁ!

RUA DESEMBARGADOR BENÍCIO FILHO, N° 465 PETRÓPOLIS CEP: 59014-470

PABX:

2020-1200

REDAÇÃO:

2020-1200

COMERCIAL:

2020-1200

FALE CONOSCO

Nome
TELEFONE
E-MAIL