Cultura

Nutrição

Veja 5 dicas para evitar a má digestão no carnaval 

A ingestão em excesso de alguns alimentos e bebidas agride a mucosa do estômago e predispõem à azia

Por Redação

13 de fevereiro de 2018 | 10:43

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 20 milhões de pessoas sofrem com problemas ligados à má digestão, como azia e queimação. Também conhecida como indigestão ou dispepsia, muitas vezes é causada pela alimentação inadequada e pelo consumo elevado de gorduras, álcool ou medicamentos – em alguns casos,  são desencadeadas por estresse. Gases, eructações (arrotos) frequentes, náuseas, vômitos, e menos comumente, diarreia ou prisão de ventre, podem ser sinais de indigestão.

Em datas comemorativas como o carnaval, a ingestão em excesso de alguns alimentos e bebidas agride a mucosa do estômago e predispõem à azia. Entre os velhos conhecidos dos foliões estão pastéis, espetinhos, porções fritas e salgadinhos, bebidas gaseificadas e alcoólicas, todos frequentemente vendidos nos bloquinhos e nas praias.

Beber muito líquido durante as refeições faz com que o estômago inche, tornando o tempo de digestão maior do que o necessário e causando mal estar. Já o consumo de bebidas gaseificadas, como refrigerantes, provocam a dilatação do estômago e prejudicam o processo digestivo. Bebidas alcoólicas afetam diretamente as mucosas do esôfago e do estômago, prejudicando a absorção de nutrientes.

Dr. Tomazo Franzini, diretor da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED), explica o quão prejudicial é o consumo de bebidas alcóolicas para o sistema digestivo. “Elas são responsáveis por aumentar a acidez do suco gástrico, causando a má digestão, podendo evoluir para gastrites agudas e até quadros mais graves como a inflamação aguda do pâncreas, a pancreatite”, alerta o especialista.

Até mesmo fumar pode provocar a dispepsia. A nicotina, ao entrar em contato com a corrente sanguínea, passa também pelo sistema digestivo, provocando menor número de contrações no estômago, dificultando a digestão.

Durante o carnaval, estamos em pleno verão, com temperaturas muito elevadas, o que propicia uma maior desidratação do nosso corpo, por isso o especialista lista algumas  dicas para aproveitar a folia sem deixar de cuidar da saúde digestiva. Confira:

– Fuja de refeições fritas e gordurosas! Na hora de escolher, prefira lanches frescos, naturais e saudáveis, sempre prestando atenção no armazenamento deste alimento e preferencialmente sem molhos ou maionese!

– Coma sem pressa, mastigando bem os alimentos;

– Tome bastante líquido fora das refeições, a indicação é de pelo menos dois litros de água por dia. Caso esteja de “ressaca”, pode tomar ainda mais água e isotônicos;

– Fracione sua alimentação durante o dia e dê prioridade para as frutas, sucos e petiscos saudáveis. Mas também não vá para a folia de barriga vazia;

– A máxima também vale para o carnaval: beba com moderação! Já falamos como o álcool pode prejudicar a saúde gastrointestinal, portanto evite os excessos e intercale com água mineral ou de coco.

RECOMENDAMOS

ÁGUA

Previsão é de chuva no RN durante todo fim de semana

SERVIDOR MUNICIPAL

Natal disponibiliza declaração de rendimentos segunda

CARNAVAL E PREVENÇÃO

Médicos alertam para aumento de sífilis e HIV

INQUÉRITO INSTAURADO

Candidata do PRB obteve R$ 585 mil e 161 votos

FUTEBOL

Estadual tem maior média de público dos últimos 12 anos

PREVENÇÃO

Campanha de prevenção foca no avanço de HIV em homens

VAR

CBF confirma que Brasileirão terá arbitragem de vídeo

BENEFÍCIO

Contratos do Proadi vão gerar 3.500 empregos

comentários

ANUNCIE JÁ!

RUA DESEMBARGADOR BENÍCIO FILHO, N° 465 PETRÓPOLIS CEP: 59014-470

PABX:

2020-1200

REDAÇÃO:

2020-1200

COMERCIAL:

2020-1200

FALE CONOSCO

Nome
TELEFONE
E-MAIL