câmbio:

DÓLAR R$ 3.7671 EURO R$ 4.3691

Tempo, natal:

24°C

Cultura

SÃO JOÃO

14/06/2018

15:07

Vereadores derrubam veto e garantem auxílio financeiro a quadrilhas juninas

Expectativa é de destinar R$ 200 mil para as quadrilhas dentro do orçamento da Secretaria de Cultura

Por Redação

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

A Câmara Municipal de Natal assegurou na sessão ordinária desta quarta-feira (14) que as quadrilhas juninas da capital potiguar possam receber auxílio financeiro do Executivo Municipal para a realização de suas atividades. Essa garantia se deu com a rejeição em plenário do veto integral ao Projeto de Lei 176/17, de autoria da vereadora Eudiane Macedo (PTC).

O projeto foi subscrito pelos vereadores Ary Gomes (PDT), Preto Aquino (Patriotas) e Robson Carvalho (PMB), mas o Executivo Municipal alegou que havia vício de iniciativa na proposta porque fugia da competência da Câmara propor esse tipo projeto, contudo, o veto já havia sido rejeitado pela comissão de Justiça da Casa. “Sabemos das dificuldades para os quadrilheiros colocarem nossa cultura na rua. Não pedimos que a prefeitura arque com todas as despesas. Queremos apenas um incentivo para fortalecer o movimento junino na nossa cidade e isso ficará garantido na Lei Orçamentária Anual através de emendas que destinaremos”, explicou Eudiane Macedo.

Segundo disse, a expectativa é destinar R$ 200 mil para as quadrilhas juninas da cidade dentro do orçamento da Secretaria de Cultura. Todas as quadrilhas nas categorias matuta e estilizada poderão ter direito ao auxílio, desde que obedeçam a critérios que ficarão dispostos em editais. Ainda dentro desta temática, os vereadores aprovaram a instituição do dia 1º de junho como Dia Municipal do Quadrilheiro Junino, mas esta proposta, que também é de Eudiane, ainda retornará para votação definitiva em plenário.

Compartilhar } 0 Compartilhamentos

últimas notícias

+ Lidas

recomendamos

comentários

Ao comentar, o leitor concorda com nossas regras e política de privacidade. Veja aqui

O espaço de comentários do Portal no AR pode ser moderado. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. anônimas ou assinadas com e-mail falso;
8. fora do contexto do portal.

O Portal no AR:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;
3. não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros.
4. se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.