• câmbio
    dólar R$
    euro R$
  • tempo, natal/rn
    26ºc

Geral

DECISÃO

Veto ao projeto “Bairro Seguro” é derrubado e moradores poderão bloquear ruas

Foram 15 votos contrários ao veto e 2 favoráveis, com uma abstenção

Por Redação

13 de março de 2018 | 16:47

Os vereadores de Natal derrubaram em sessão ordinária desta terça-feira (13) o veto integral do Executivo Municipal ao Projeto de Lei n° 158/2017, da vereadora Nina Souza (PEN), que institui o Programa Bairro Seguro. O projeto permite que moradores instalem equipamentos de sinalização e bloqueie vias. O Executivo alegou que o projeto é inconstitucional e que vai gerar incongruência nas vias da cidade.

Foram 15 votos contrários ao veto e 2 favoráveis, com uma abstenção. Os vereadores que votaram favoráveis à matéria e contrários ao veto concordaram com os argumentos do prefeito Carlos Eduardo. “O veto não poderia ser mais acertado porque há inconstitucionalidade ao restringir o acesso das pessoas ao bem de uso comum. Outra questão é de mérito: dados da UFRN, da ONU e de Ministérios que trabalham com a causa, afirmam que quanto mais deserta fica uma área, mais perigosa e insegura se torna. O crime organizado vai conseguir organizar seu domínio e programar suas ações”, contrapôs a vereadora Natália Bonavides (PT).

Aqueles que defenderam o projeto alegaram que é uma forma da população conseguir se defender da violência e criminalidade, inclusive, relataram que já ocorrem situações de fechamento de vias na cidade, mesmo de modo informal. A autora da proposta explicou que a intenção não é impedir as pessoas de circularem nas ruas que vierem a ser bloqueadas, visto que a ideia é fazer um controle do acesso a essas vias.

“Queremos dar esse instrumento à população. O direito de ir e vir do natalense já foi cerceado pela violência. O projeto não diz que é para ser feito de modo qualquer. Precisa da anuência de 80% dos moradores da rua, do controle feito pela secretaria de transportes e que não sejam ruas de comércio ou vias de transporte coletivo”, explicou Nina Souza. Uma vez derrubado o veto, o presidente da Câmara, vereador Raniere Barbosa (PDT) deverá promulgar a lei.

RECOMENDAMOS

GALERIA DA FUNCARTE

Abertura da exposição Leopoldo Nelson será nesta terça

DUPLA DINÂMICA

Jogos Escolares da Juventude junta esporte e educação

BATALHA CONTRA O CÂNCER

'Tenho pavor de morrer', desabafa Susana Vieira

ACIDENTE

Motociclistas morrem após colisão fontal em Parnamirim

SEGURANÇA

Suspeito de estupro é preso na Receita Federal em Natal

SENTENÇA

Justiça condena ex-vereador de Natal por improbidade

QUEDA

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez

MUDANÇAS

Roberto Castello Branco deve assumir à Petrobras

comentários

ANUNCIE JÁ!

RUA DESEMBARGADOR BENÍCIO FILHO, N° 465 PETRÓPOLIS CEP: 59014-470

PABX:

2020-1200

REDAÇÃO:

2020-1200

COMERCIAL:

2020-1200

FALE CONOSCO

Nome
TELEFONE
E-MAIL