Cotidiano

NOITE TRANQUILA

A importância do sono para a perda de peso

Em meio à vida agitada, o sono fica instável e o metabolismo desacelera

Por Redação

18 de março de 2019 | 17:33

A chegada da luz e energia trouxeram a humanidade diversos benefícios, mas, para as reações do corpo humano, prolongar o dia e transformar muitas vezes a noite em um período de produção podem trazer diversos problemas para a saúde. Precisamos da noite e de um bom sono para recuperar o estresse do dia. Para muitas pessoas, por exemplo, essa pode ser a causa de uma eterna briga com a balança.

Quem explica é a médica, especialista em metabologia, Fabiola Melo. “O principal hormônio do dia é o cortisol, já o da noite é a melatonina. Como aumentamos o dia, por causa do advento da luz, o cortisol passou a ser produzido também à noite. Chega uma hora que a pessoa entra em fadiga e passa a ter a diminuição da produção do cortisol. O mesmo acontece com a produção da melatonina e a resposta do corpo é deixar o metabolismo baixo”.

Médica Fabiola Melo explica importância do sono Foto: Divulgação
)

Ela explica que muitas pessoas chegam ao consultório dizendo que fazem dieta, que se alimentam bem, mas que na balança não veem resultado. A reposta, muitas vezes, está no sono. “A melatonina tem o objetivo de fazer com que as células se recuperem no período noturno do estresse diário. Por isso, ela é considerada um hormônio antioxidante e de antienvelhecimento. Dormir mal envelhece. Se a pessoa acha que dormiu a noite toda, mas acorda cansada, pode ser um sinal que está com deficiência de melatonina, quem tem insônia tem uma deficiência grave e isso traz diversos problemas”, fala a médica.

A médica indica pelo menos oito horas de sono por noite e, se possível, em ambiente escuro para que o corpo possa estimular todos os hormônios que necessita para deixar o metabolismo adequado. Assim, as pessoas podem garantir mais saúde e uma balança mais equilibrada.

Sobre o Cortisol:

A função do cortisol é ajudar o organismo a controlar o estresse, reduzir inflamações, contribuir para o funcionamento do sistema imune e manter os níveis de açúcar no sangue constantes, assim como a pressão arterial.

 

A melatonina é um hormônio secretado naturalmente pela glândula pineal, que está localizada no cérebro. Ela é produzida quando há ausência de luz e sua função mais estudada e conhecida é a de regular o relógio biológico, fazendo com que tenhamos sono a noite e mais disposição pela manhã.

RECOMENDAMOS

SAÍDAS VOLUNTÁRIAS

Bolsa Família: Mais de 11 mil pediram desligamento

RECUSOU

Eleita Miss Bumbum, Pabllo Vittar critica título

TRANSPORTE INTERMUNICIPAL

Motoristas adiam para terça-feira decisão sobre greve

TOPO DO PÓDIO

Esgrima: Brasileira leva ouro e faz história no Mundial

NORMAS SANCIONADAS

RN teve quase 100 novas leis no primeiro semestre

RESSOCIALIZAÇÃO E PREVENÇÃO

Presas do João Chaves recebem atendimento médico

INCLUSÃO

Bolsonaro anuncia inclusão de autistas no Censo 2020

RECURSO NEGADO

TRE-RN mantém Lava Jato no RN na Justiça Federal

comentários