Esportes

NO TRIBUNAL

ABC notifica STJD contra técnico rival e sonha com permanência na Série C

Alvinegro entende que Celso Teixeira, do Treze, não poderia comandar equipe

Por Redação

26 de agosto de 2019 | 17:06

Foto: Divulgação/Treze FC

O ABC apresentou ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) uma notícia de infração contra o Treze-PB por uma possível irregularidade na presença do técnico Celso Teixeira no banco de reservas. O Alvinegro potiguar argumentou que o treinador estaria suspenso e não poderia ter ficado à beira do campo contra o Confiança-SE, na 17ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro.

Na denúncia, o departamento jurídico abecedista destaca que em 2019 jogadores e técnico passaram a ter o mesmo tratamento. Assim, o clube argumenta que o Treze infringiu o artigo 214 do Código Brasileiro da Justiça Desportiva, que tem como pena a perda de seis pontos.

Entenda os acontecimentos

Em 9 de junho, Celso Teixeira, então técnico do Central-PE, foi expulso em partida pela Série D. No dia 15 seguinte, ele cumpriu suspensão automática e não participou do primeiro jogo contra a Jacuipense-BA. Já em 20 de junho, a equipe dele foi eliminada.

Depois, em 8 de julho, Teixeira foi punido com três jogos de suspensão, multa de R$ 5 mil, além de suspensão por 30 dias, por causa da expulsão pela Quarta Divisão.

Em 8 de agosto, o treinador foi anunciado pelo Treze-PB, após cumprir a suspensão de 30 dias. No entanto, ele não estreou no dia 11 de agosto contra o Ferroviário-CE, pois não teve o nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. O nome só passou a constar no sistema em 14 de agosto.

Na rodada seguinte, no dia 18 de agosto, ele fez a estreia pelo clube da Paraíba, contra o Confiança-SE. “Assim não cumprindo a complementação da punição imposta pelo STJD”, reclamou a defesa do ABC.

O que mudaria?

Se a denúncia for aceita e o Treze punido com a perda de seis pontos, o ABC, que somou 18 pontos – um a menos que os paraibanos -, vai sair da zona do rebaixamento e permanecer na Série C do Brasileirão.

O primeiro parecer do STJD deve sair ainda nesta semana, com a decisão da procuradoria de aceitar ou não a denúncia abecedista.

RECOMENDAMOS

SEGUNDA DIVISÃO

Alecrim avança para semifinal com 100% aproveitamento

BBB

Ex-BBB é confirmada na edição de 2020 do reality

PESSOA COM DEFICIÊNCIA

Natal: Comissão visita Centro de Saúde Anita Garibaldi

1º BPM

Após obras, PM reinaugura sede de batalhão na Ribeira

'SE CHEGAR A GENTE LIMPA'

RN: 1.800 voluntários se cadastram para limpar praias

TRIBUNAL

Fachin vota a favor de prisão em 2ª instância

INVESTIGAÇÃO

CPI das Fake News convoca assessores de Bolsonaro

OPERAÇÃO MILK

Polícia prende 4 em operação contra roubos em fazendas

comentários