Geral

DIÁLOGO

AGN-RN e Instituto Metrópole Digital discutem parceria para startups potiguares

Proposta é dar um passo na construção de linhas de financiamento

Por Redação

19 de julho de 2019 | 17:50

Foto: Divulgação

A Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGNRN) iniciou o diálogo com o Instituto Metrópole Digital (IMD) sobre a criação de instrumentos, via Agência, para fomentar e financiar desenvolvimento de startups no estado.

A primeira reunião realizada nesta semana tratou, especialmente, das características dos projetos hoje abrigados em fase de pré-incubação e incubação no IMD, necessidades mais frequentes nos estágios iniciais dos projetos e outras questões relacionadas ao desenvolvimento das startups. A Agência tem conduzido estudos e o diálogo com o setor em busca da criação de instrumentos de apoio ao segmento.

Segundo a diretora-presidente da Agência, Márcia Maia, a ideia é que a partir dessa aproximação inicial, seja possível dar um primeiro passo para a construção de um eixo com linhas de financiamento que contemplem a Política Estadual de Estímulo a Startups, criada através da Lei Nº 10.325, de 09 de janeiro de 2018.

“Hoje existe um instrumento legal para o estímulo ao setor, mas que no governo anterior, foram suprimidos justamente os trechos da lei que tratavam sobre financiamento ao segmento. Hoje, através da Agência e com um diálogo maduro e multilateral, podemos buscar preencher em parte a lacuna deixada pela sanção parcial do projeto”, afirmou Márcia Maia.

Além da diretora-presidente da AGN e o assessor técnico, Fernando Varela, participaram da primeira reunião sobre o tema, a gerente operacional do Inova Metrópole, Raquel Maciel, o diretor-adjunto, Rodrigo Romão e o assessor contábil, Cleber Ferreira.

Programa Microcrédito

Parte do Sistema Nacional de Fomento (SNF), a AGN-RN é uma instituição financeira administrada pelo Governo do Estado e responsável pela gestão do programa de Microcrédito para o empreendedor no Rio Grande do Norte. Em 2019, mais de 2 mil empreendedores foram beneficiados e mais de 3 mil empregos foram garantidos no estado através da política de fomento à economia.

Atualmente, a Agência discute com diversos setores da economia potiguar a ampliação do programa para atender novos segmentos, como a cultura, arranjos produtivos locais (APLs), economia criativa e as startups. O Microcrédito do Empreendedor está presente em mais de 130 municípios e a meta é alcançar os 167 até o final do ano.

RECOMENDAMOS

CRISE AMBIENTAL

Países usam incêndios para tentar prejudicar o Brasil

CONTRA TOMBAMENTO

Conselho de Turismo quer demolição do Hotel Reis Magos

NOVAS OPÇÕES

RN terá novos voos para o Rio a partir de novembro

PROJETO PILOTO

Mossoró: Petrobras vai investir na primeira infância

'AJUDE O MUNDO'

Madonna manda recado para Bolsonaro pela Amazônia

RECONHECIMENTO

Dois A Engenharia é premiada por obra em parque eólico

PLANEJAMENTO

Antecipar orçamento de reforma pode garantir preços mai

CORTE NAS DESPESAS

Coworking é alternativa para economizar com empresa

comentários