Economia

Apenas 43% dos empreendedores que buscam crédito conseguem

5 de dezembro de 2019 | 17:50

O acesso ao crédito ainda é um entrave para a maioria dos donos de micro e pequenas empresas do Rio Grande do Norte. Dos empreendedores que recorreram às instituições financeiras em busca de financiamento neste ano, somente 43% conseguiram êxito. Os demais (32%) não obtiveram o recurso ou ainda estão aguardando a aprovação do empréstimo (22%). Isso é o que mostra uma pesquisa feita pelo Sebrae Nacional com proprietários de pequenos negócios de todo o país.

A pesquisa ‘O Financiamento dos Pequenos Negócios‘ foi realizada entre os meses de julho e agosto deste ano e ouviu mais de 6 mil empreendedores donos de microempresas, empresas de pequenos porte e microempreendedores individuais (MEI) com negócios indústria, construção civil, comércio e serviços de todo o Brasil. A região Nordeste teve o maior número de entrevistados: 1.807 empresários. A margem de erro é de um ponto percentual para mais ou para menos.

Segundo o levantamento, 78% dos empreendedores pesquisados no Rio Grande do Norte não buscou empréstimo este ano, grande parte (40%) porque a empresa não precisou de recursos financeiros. 19% desse público preferiu não obter o crédito em função do cenário econômico desfavorável. Já 10% deles afirmaram que não conseguiriam pagar o empréstimo e 9% não gostam de fazer financiamentos. 3% não confiam na política econômica e 19% têm outras razões.

Entre os que buscaram o empréstimo e não conseguiram, 26% não sabem ou o banco não explicou o motivo de negar o empréstimo. Para 16%, o crédito foi negado porque a empresa estava com dados inscrito no Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin) ou no Serasa. Outros 16% não conseguiram o dinheiro porque a conta ou a empresa era muito nova. Para 12%, o empréstimo foi negado em função de a empresa ter um faturamento baixo e 9% tinham o saldo médio da conta insuficiente.

Nacionalmente, a pesquisa do Sebrae mostrou que, após uma sequência de sucessivas quedas, houve – neste ano – um crescimento de 4 pontos percentuais na proporção de empresários que buscaram empréstimo ou financiamento novo (18%), em comparação com 2018 (14%). Em 2015, 24% dos donos de pequenos negócios ouvidos na pesquisa haviam buscado crédito nos bancos.

O levantamento revelou ainda uma redução no percentual de empresários que apresentam algum tipo de aversão à tomada de empréstimos (não confia na política econômica, tem medo de não conseguir pagar ou não gosta de empréstimos). Em 2018, esses motivos representavam 32% das justificativas dos empresários que não buscaram crédito. Em 2019, esse volume caiu para 23%. Ainda de acordo com as empresas ouvidas pelo Sebrae, 63% dos empresários que buscaram obter um empréstimo novo, tiveram sucesso na tentativa. O levantamento também apontou aumento da proporção de empreendedores que afirmaram não ter encontrado dificuldade na obtenção do empréstimo em 2019 (31%), contra 29% em 2018, e 18% em 2017.

RECOMENDAMOS

What You Need to Do About Research Paper Writing Service

The Untold Story on Assignment Help Academic You Really Need to Read or Be Left Out

The History of Assignment Helper Assignment Refuted

Nurse Suggestions to Look after Individuals

Essay Writer Service - The Best Way to Find the Cheapest

Essay Writer Assistance - How to Find the Cheapest

PORTAL NOAR encerra atividades

Ano começa com chuva em todas as regiões do RN

comentários