Geral

DE MUDANÇA

Após Justiça decidir por remoção, Prefeitura estuda novo local para feirinha de Pium

Semsur do município trabalha com duas opções de locais para abrigar a feira

Por Heilysmar Lima

7 de março de 2019 | 16:57

Tradicional ponto de parada para quem se desloca para o litoral Sul do estado, a feirinha de Pium, em Parnamirim, terá mudança de local. A realocação em um prazo de 120 dias foi determinada pela Justiça, em uma ação popular movida pelos moradores da região, na Rota do Sol.

 

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos de Parnamirim (Semsur), a administração municipal trabalha com duas possibilidades de novos locais para a comercialização das frutas. O secretário Charles Quadros destacou que ambas as hipóteses ficam a até 300 metros do local atual da feira.

A primeira opção é um terreno às margens da Rota do Sol, cerca de 100 metros depois. O outro local é uma rua, que não é utilizada, a cerca de 300 metros. “A primeira [opção] é um terreno grande que nós estamos vendo a possibilidade de alocar a feira lá, mas isso depende de contratação e negociação com o proprietário e ainda estamos vendo isso com ele. Na impossibilidade, nós deveremos utilizar uma rua que não está sendo utilizada. Nos dois casos, a feirinha vai continuar às margens da Rota do Sol, como é”, explicou o secretário.

Os moradores alegaram que a feira ocasiona prejuízos para a locomoção, segundo o secretário. Ele acrescentou ainda que a Prefeitura de Parnamirim vai cumprir a decisão e que busca soluções para que nenhuma parte fique prejudicada.

“A ideia é que as pessoas não se prejudiquem. Temos a preocupação em cumprir a decisão e também para que ninguém saia prejudicado. Acreditamos que os feirantes não vão se prejudicar, pois estamos procurando um lugar melhor”, declarou.

Quadros reforçou ainda que a feira vai ser mantida no mesmo lado da Rota do Sol. Além disso, ele falou que a estrutura deve ser melhorada com a mudança de local e trazer benefícios aos feirantes, clientes e moradores.

“Estamos nos preparando para deixar estacionamento para que as pessoas possam parar. Hoje, as pessoas param quase na rua. Já que vamos mudar, nós queremos melhorar a estrutura. A gente entende que os feirantes serão beneficiados com as mudanças”, finalizou.

A feirinha de Pium é fonte de sustento para algumas famílias da região. Contudo, o secretário não acredita em impacto econômico com a mudança de local. Para ele, a decisão só deve influenciar no aspecto da tradição do local. “Não há impacto econômico porque a feira vai continuar existindo. Fica mais no aspecto da tradição”, finalizou.

RECOMENDAMOS

SEGURANÇA

Centro de Comando da Sesed vai monitorar manifestação

TÁ SUJA

Praias em Natal continuam impróprias para banho. Veja.

SEGUE

Veja como é a reforma administrativa aprovada na Câmara

CONGRESSO

Encontro elegerá direção do PSB/Natal visando eleições

AGENDA ECONÔMICA

Fecomércio mostra potencial econômico do RN na Alemanha

FLOPOU

Poucos comparecem e manifestação vira panfletagem

PRÊMIOS

Mega Sena pode pagar R$ 3 milhões neste sábado

IMPRUDÊNCIA

Bêbado foge de blitz e quase atropela pedestres

comentários