Geral

RECONHECIMENTO

Associação “Derrubando Muralhas” é reconhecida como utilidade pública

Com isso, ONG socioeducativa poderá celebrar convênios

Por Redação

11 de setembro de 2019 | 18:00

Divulgação

A partir desta quarta-feira (11), a Associação Derrubando Muralhas pode celebrar convênios com o poder público municipal, além de receber recursos através de emendas parlamentares, contribuindo para a melhoria dos serviços oferecidos em comunidades carentes da capital potiguar, notadamente na zona Oeste, onde está instalada. O prefeito de Natal, Álvaro Dias, sancionou a Lei N.º 6.932 no dia 06, com publicação no Diário Oficial do Município de hoje. O Projeto de Lei N° 102/2019 é de autoria do vereador Dickson Nasser Júnior e foi aprovado na Câmara de Natal no dia 20 de agosto.

“Fico muito feliz com a sanção agora dessa Lei, porque a ‘Derrubando Muralhas’ oferece, há mais de um ano, serviços socioassistenciais, de educação infantil, de acesso à cultura e esporte dirigidos às crianças e adolescentes, mas também a adultos. Desse modo, traz novas visões de mundo e oportunidades, desviando essa população tão vulnerável da violência e das drogas. Além disso, valorizamos ações de associações e organizações que contribuem com a construção de uma sociedade mais justa”, comemora Dickson.

Presidente da associação civil, de direito privado, sem fins econômicos ou lucrativos, Janaína de Lima Gabriel Oliveira também comemora. “A partir de agora podemos, através de um plano de negócios, traçar metas e prazo de fluxograma de trabalho com mais agilidade. Podemos também participar de licitações que beneficiarão a associação como um todo, trazendo verbas pra o melhor desenvolvimento do nosso trabalho”, enfatiza.

A entidade

Associação Derrubando Muralhas teve abertura em 18/07/2018, com sede na Rua Doutor José Neves, n° 192 – Bairro Bom Pastor. É uma entidade não governamental, de direito privado, filantrópica e com caráter socioeducativo, que tem por missão institucional a prática de amor e da solidariedade, promovendo a melhoria na qualidade da vida humana, sobretudo daquelas pessoas em condições de grande desvantagem social, com carências de moradia, educacional e alimentar. Suas ações visam facilitar a formação moral, cultural e intelectual de todos os assistidos, a fim de criar figuras de referência positiva e responsável.

RECOMENDAMOS

LUTO

Ex-piloto de Stock Car morre após acidente aéreo no NE

BANG BANG

Homens são mortos pela PM após série de assaltos na ZN

CASOS DE POLÍCIA

Condenado homem que tentou matar irmão por cerveja

CONGRESSO

Senado pode concluir votação da PEC Paralela à Reforma

PODER

RN será governado pelo vice de Fátima até 4 de dezembro

MEIO AMBIENTE

Em 78 dias, óleo avança e desafia investigação

POLÍCIA CIVIL

Protesto deixa RN com um delegado para 38 cidades

Wordpress Post 1573831158 9739866

comentários