Geral

IMPRUDÊNCIA

Bêbado tenta fugir da Lei Seca e quase atropela pedestres. Foi preso

Blitz foi realizada em Nova Parnamirim

Por Redação

25 de maio de 2019 | 07:50

Homem não conseguiu realizar o teste do bafômetro. Reprodução PMRN

A Operação lei seca na madrugada deste sábado (25) abordou 451 motoristas e flagrou 50 condutores dirigindo sob influência de álcool, sendo um destes preso por apresentar sinais notórios de embriaguez.

Esse condutor, ao ser abordado, ainda tentou fugir da fiscalização, arrancando com o veículo, passando por cima de cones e quase atropelando pedestres que passavam pela via movimentada.

Os policiais conseguiram interceptar o homeme e efetuar a abordagem, constatando o estado de embriaguez

O cidadão não entendia orientações simples, demonstrava confusão, desequilíbrio e não conseguiu realizar o teste do etilômetro, de tão embriagado que estava, por isso foi feito um vídeo para registrar a situação e lavrado o termo de constatação de embriaguez, que é o procedimento adotado nesses casos.

O senhor foi então preso e levado à delegacia de plantão, onde poderá pagar fiança, mas responderá pelo crime do ART. 306 do CBT, além das penalidades administrativas e multa de R$ 2.934,70

A blitz ocorreu na Avenida Abel Cabral, em Nova Parnamirim e foi montada de modo a abordar tanto os condutores que trafegavam por aquela via, quanto os que vinham pela rua perpendicular.

Todos os outros 49 condutores autuados na blitz também responderão a processo administrativo para suspensão da CNH e multa.

Além das infrações de alcoolemia, outros 35 autos por infrações diversas foram confeccionados e 06 veículos foram removidos ao pátio do Detran por irregularidades, entre eles o carro do cidadão que foi preso.

RECOMENDAMOS

FINALMENTE!

Matrix 4 é confirmado com retorno de Keanu Reeves

PODEROSÍSSIMA

Novo álbum de Taylor já vendeu mais de 1 mi de cópias

VALEU BOI

Após aprovação de PL, vaquejada pode se tornar esporte

MAL-ESTAR

Briga entre Sony e Disney afeta futuro do Homem-Aranha

TRANSPORTE PÚBLICO

Empresa é acusada de demitir motoristas após acidentes

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Câmara aprova lei que obriga agressor a ressarcir SUS

PROJETO DE LEI

CMN veta ônibus grátis para mulher vítima de violência

PROGRAMA

Governadora espera empréstimo de R$ 1,2 bilhão

comentários