Política

MESMO MODELO

Bolsonaro admite que está se articulando como governo anterior

Presidente credita falhas na articulação política à inexperiência

Por Eduardo Rodrigues e Fabrício de Castro / Estadão Conteúdo

21 de junho de 2019 | 15:10

O presidente da República, Jair Bolsonaro, reconheceu nesta sexta-feira (21), que o governo vinha enfrentando dificuldades na articulação política com o Congresso, mas procurou poupar o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, de críticas. Após ter passado nesta semana a articulação política de Onyx para o general Luiz Eduardo Ramos, que ocupa a Secretaria de Governo, Bolsonaro também reconheceu nesta sexta que teve que retornar ao modelo do governo anterior.

“Quando nós montamos aqui, no primeiro momento, por inexperiência nossa, houve, tivemos algumas mudanças nas funções de cada um que não deram certo”, disse Bolsonaro em entrevista coletiva no Planalto. “Então, em grande parte, retornamos ao que era feito em governo anterior.”

Bolsonaro disse ainda que o governo tinha “problemas na articulação política, sim”, mas garantiu a permanência de Onyx na Casa Civil. Nas mudanças promovidas por Bolsonaro, Onyx passou a ser responsável pela coordenação do Plano de Parceria de Investimentos (PPI), programa responsável pelas concessões de infraestrutura e por tocar privatizações. “Onyx está fortalecido com o PPI”, afirmou.

O novo ministro da Secretaria Geral da Presidência da República, major da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) Jorge Antonio de Oliveira Francisco, esclareceu, após o pronunciamento de Bolsonaro, como deve ficar a articulação política do governo agora.

Segundo ele, a Secretaria de Governo, comandada agora por Ramos, fará a articulação do governo para fora. A Casa Civil, do governo para dentro, enquanto a Secretaria Geral vai ficar com a área de gestão.

RECOMENDAMOS

PROGRAMAÇÃO

Seminário debaterá futuro da produção de petróleo no RN

TROCA DE TIROS

Vítima e suspeito ficam baleados em tentativa de assalt

PESQUISA

Pesquisa da UFRN está avaliando dores no ombro

AÇÃO POLICIAL

Bandido morre após troca de tiros com a PM

PROGRAMAÇÃO

Mundo Senai atrai grande público em Mossoró

AVALIAÇÃO

Gastos públicos com juros devem cair quase R$ 100 bi

TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO

RN combate evasão escolar com Inteligência Artificial

SOM SEM PLUGS

Campanha arrecada instrumentos musicais para projeto

comentários