Brasil e Mundo

GOVERNO FEDERAL

Bolsonaro planeja reduzir em 90% as normas de segurança e saúde do trabalho no país

Primeira norma revista trata do maquinário de padarias e siderúrgicas

Por Aline Bronzati

13 de maio de 2019 | 17:46

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta segunda-feira, 13, que a “modernização” que o governo federal pretende fazer nas normas de segurança e saúde do trabalho (NRs) no País tem objetivo de simplificar e desburocratizar as regras atuais, agilizando a geração de empregos. “O governo Federal moderniza as normas de saúde, simplificando, desburocratizando, dando agilidade ao processo de utilização de maquinários, atendimento à população e geração de empregos”, declarou ele, em seu perfil, no Twitter.

A medida de modernização das regras de segurança e saúde foi anunciada na semana passada, pelo secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho. Na ocasião, ele informou que o intuito do governo era diminuir as exigências atuais em 90% e que a desburocratização e a simplificação das regras contribuiriam para trazer investimentos para o Brasil. No entanto, destacou que era necessário um “ambiente propício, acolhedor e saudável para quem vai empreender”.

A primeira norma a ser revista, prevista para junho, será a NR-12, que trata da regulamentação de maquinário e abrange de padarias a fornos siderúrgicos. No entanto, todas as demais serão modernizadas. Também está prevista a uniformização dos procedimentos no intuito de evitar diferenças na fiscalização entre os Estados.

RECOMENDAMOS

DOE VIDA

Jeepeiros de Natal incentivam campanha Heróis Doadores

ENCONTRO

João Maia e Moro tratam sobre Plano de Segurança do RN

ENSINO SUPERIOR

MEC abre consulta para vagas no Sisu nesta quinta-feira

DIGITAL

A partir de julho, serviços do INSS serão pela internet

OPERAÇÃO FORRÓ

MPF denuncia delegado por se envolver com quadrilha

RECLAMAÇÃO

General Girão relata a ministro 'hostilização' na UFRN

CONFIANÇA EM QUEDA

Consumidores acreditam em inflação de 5,4% em 12 meses

QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Senai apresenta portfólio de cursos e consultorias

comentários