Política

REVISÃO

Bolsonaro quer “desmarcar” áreas ambientais com governadores

Ele disse à bancada evangélica que está conversando com governadores

Por Teo Cury / Estadão Conteúdo

11 de julho de 2019 | 13:43

O presidente Jair Bolsonaro (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (11), a parlamentares evangélicos, durante café da manhã realizado no Palácio do Planalto, que tem conversado com governadores para revisar áreas de proteção ambiental, como a Estação Ecológica de Angra dos Reis (RJ), e “desmarcar muita coisa por decreto”. O presidente afirmou aos parlamentares que há um “aparelhamento” de legislação.

Bolsonaro voltou a dizer que pretende transformar a baía de Angra dos Reis em uma “Cancún Brasileira” com “dinheiro de fora” “Mas o decreto que demarcou a Estação Ecológica só pode ser derrubado por uma lei. Conversei com o (Ronaldo) Caiado (governador de Goiás) neste sentido, com o governador do Pará (Helder Barbalho) também. Estamos conversando com vários outros governadores no sentido de nós nos unirmos e desmarcar muita coisa por decreto no passado para poder fazer com que o Estado possa prosseguir”, disse.

Em maio, o presidente já havia afirmado que pretendia transformar o local onde foi multado em 2012 por pesca ilegal, em Angra, em uma “Cancún Brasileira”. “Hoje em dia o que sobrou para mim foi a caça submarina. Pretendo implementá-la ali na região de Angra. Lá é uma Estação Ecológica demarcada por decreto presidencial. Estamos estudando nesse sentido, né, revogar isso aí e abrir aquela área para fazer um turismo, realmente, que o Brasil merece. A iniciativa privada vai investir ali naquela região, e quem sabe nós tenhamos uma Cancún aqui na baía de Angra brevemente”, disse, na ocasião.

RECOMENDAMOS

PREVIDÊNCIA

Fiern defende agilidade na aprovação da reforma

PROGRAMAÇÃO

Memorial relembra 30 anos da Constituição do RN

ADEUS RUIVO!

Marina Ruy Barbosa é mais nova loira do pedaço

DIFICULDADE

CNI: aumenta preocupação com falta de demanda

PARCERIA

Convênio levará serviços do INSS para o RN

PREVENÇÃO

Defesa Civil vai tratar emergências e desastres no RN

RETA FINAL DA SÉRIE C

ABC mantém promoção e jogo terá ingressos a R$ 5

CONTINGENCIAMENTO

Governo bloqueia mais R$ 1,44 bilhão do Orçamento

comentários