Política

TRETA

Burger King ironiza Bolsonaro e presidente responde

Rede de lanchonetes provocou governo nas redes sociais

Por João Paulo Machado/Agência do Rádio Mais

6 de maio de 2019 | 08:32

A famosa rede de fastfood Burger King se tornou o assunto mais comentado na rede social Twitter nesse fim de semana. A hashtag #BoicoteBurgerKing ficou no topo das menções desde o início da noite de sexta (3) até boa parte do sábado (4).

Tudo foi motivado por uma campanha publicitária da rede de lanchonetes que provoca e dá uma indireta no governo Jair Bolsonaro. Na peça, o restaurante ironiza o cancelamento de uma propaganda do Banco do Brasil na semana passada.

“Procura-se elenco para comercial. O Burger King está recrutando pessoas para seu novo comercial”, dizem frases do vídeo publicado nas redes sociais.

A propaganda do Banco do Brasil vetada por Bolsonaro exaltava minorias, como negros, jovens e homossexuais. No total, a campanha, com produção e veiculação, teve um custo de R$ 17 milhões, segundo a assessoria do Banco do Brasil.

Neste sábado, no Twitter, Bolsonaro respondeu à peça de propaganda do Burger King.

“Qualquer empresa privada tem liberdade para promover valores e ideologias que bem entendem. O público decide o que faz. O que não pode ser permitido é o uso do dinheiro dos trabalhadores para isso. Não é censura, é respeito com a população brasileira”, disse o presidente.

RECOMENDAMOS

PALESTRA

Rogério Marinho vai falar sobre Previdência em Natal

PAGAMENTOS

Abono do PIS/Pasep começa a ser pago na próxima quinta

PRISÃO PREVENTIVA

MPCE pede prisão de médico que abusou de pacientes

MAIS PRA FRENTE

Liberação do FGTS é adiada, afirma Lorenzoni

SEGURANÇA

Polícia vai reforçar fiscalização nas rodovias do RN

SÃO JOÃO

"Festa do Sabugo" começa hoje em Parnamirim

OPORTUNIDADES

Sine oferece 150 vagas de emprego em todo RN

PRODUÇÃO ARTESANAL

Quinta-feira marcada por assinatura da Lei do Selo Arte

comentários