Geral

OUTRA REALIDADE

Cadê a crise? Diretoria da Caern recebe salários de até R$ 71 mil em 2019

Governo alega dificuldade financeira para saldar salários atrasados

Por Redação

27 de junho de 2019 | 08:33

Foto: Alberto Leandro/Arquivo/Portal No Ar

Com salários de servidores em atraso e alegando falta de verba para saldar as dívidas, o Governo do Estado parece ter na Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) uma realidade diferente da divulgada. Isso porque o presidente do órgão e outros quatro diretores receberam neste ano salários que chegam até R$ 71,2 mil.

De acordo com os valores publicados no Portal da Transparência da Caern, que foram levantados pelo blog “Nos Bastidores da Política” e confirmados pela reportagem do portalnoar.com.br, quem recebeu o salário mais alto em 2019, até aqui, foi Maria Geny Formiga, Diretora de Empreendimentos. Em março, ela embolsou R$ 71.256,97. Já em maio, último mês com registro, o total foi de R$ 52.056,59.

A renda bruta dela é superior a do próprio diretor-presidente Roberto Linhares, que nos meses de abril e maio recebeu R$ 17.086,93. Ele ainda teve o menor salário entre os cargos da diretoria, registrado em março no Portal da Transparência: R$ 6.265,21.

Outro diretor que recebe bem acima é João Alberto Dantas da Costa, responsável pela Operação e Manutenção da Caern. Em maio, o salário bruto foi de R$ 69.800,50. No mês anterior havia sido de R$ 63.410,83.

O diretor de Planejamento e Finanças, George Marcos, recebeu em fevereiro a quantia de R$ 23.261,09, sendo o maior valor dele no ano. Por sua vez, a diretora administrativa Juliana Ubarana recebeu em maio o valor de R$ 13.653,45.

Todos os valores estão registrados no Portal da Transparência do órgão.

RECOMENDAMOS

SAÍDAS VOLUNTÁRIAS

Bolsa Família: Mais de 11 mil pediram desligamento

RECUSOU

Eleita Miss Bumbum, Pabllo Vittar critica título

TRANSPORTE INTERMUNICIPAL

Motoristas adiam para terça-feira decisão sobre greve

TOPO DO PÓDIO

Esgrima: Brasileira leva ouro e faz história no Mundial

NORMAS SANCIONADAS

RN teve quase 100 novas leis no primeiro semestre

RESSOCIALIZAÇÃO E PREVENÇÃO

Presas do João Chaves recebem atendimento médico

INCLUSÃO

Bolsonaro anuncia inclusão de autistas no Censo 2020

RECURSO NEGADO

TRE-RN mantém Lava Jato no RN na Justiça Federal

comentários