Economia

NOVA REGRA

Candidatos a MEI devem antes se cadastrar no Brasil Cidadão

A nova regra está em vigor desde o início do mês e o cadastro é pré-requisito para a formalização como Microempreendedor Individual (MEI).

Por Redação

7 de maio de 2019 | 09:32

Ruth Maia alerta que o MEI precisa do código do Brasil Cidadão para se formalizar

Quem planeja abrir um negócio e pretende enquadrá-lo na categoria de Microempreendedor Individual (MEI) deve ficar atento. Governo Federal estabeleceu um novo critério para o registro: antes da formalização, o empreendedor precisa se cadastrar no Brasil Cidadão, a plataforma digital que congrega 22 serviços públicos digitais, como inscrição no ENEM, emissão de passaporte, solicitação de auxílio-doença e carteira de trabalho. O cadastro é feito pela internet no Portal de Serviços (www.serviço.gov.br).

A nova regra é válida para as novas formalizações, mas não impede que os demais microempreendedores já formalizados também façam o cadastro. A plataforma de Autenticação do Cidadão (Brasil Cidadão) faz parte do novo contexto Cidadania Digital proposto pelo decreto 8.936/2016. O objetivo é ampliar e simplificar o acesso aos serviços públicos digitais. De acordo com o Governo com essa nova iniciativa é uma questão de melhoria onde vão reduzir os custos deste e eliminar assim as dificuldades enfrentadas atualmente no atendimento presencial.

A gestora do MEI no Sebrae no Rio Grande do Norte, Ruth Suzana Maia, acredita o registro no Brasil Cidadão trará benefício para o empreendedor. “Uma vez cadastrado na plataforma o empreendedor, o MEI evita se deslocar, não enfrentar filas, imprimir ou autenticar documentos, pois é uma plataforma de autenticação digital do cidadão, então qualquer um pode fazer independente de ser MEI. Mas, a partir de agora, só se formaliza como MEI se tiver o cadastro, o que vai dar ao futuro empreendedor mais segurança e privacidade”.

Segundo Ruth Maia, o Sebrae pode orientar os empreendedores, explicando o passo a passo para que possam cadastrar o e-mail e receber o código do documento Brasil Cidadão, mas essa é uma obrigação dos MEIs e precisa ser feita antes do registro no Portal do Empreendedor (www.portaldoempreendedor.gov.br). “Quando eles vierem para a palestra do MEI, precisam do número em mãos, a codificação, e só assim é feita a formalização”.

Atualmente, existem 8,1 milhões de negócios cadastrados como MEI no Brasil, sendo 105,7 mil deles somente no Rio Grande do Norte. Essa é a principal porta de entrada de muitos profissionais que trabalham por conta própria no meio empresarial formal e, no caso do RN, representa 66% das empresas optantes pelo Simples no estado.

RECOMENDAMOS

PALESTRA

Rogério Marinho vai falar sobre Previdência em Natal

PAGAMENTOS

Abono do PIS/Pasep começa a ser pago na próxima quinta

PRISÃO PREVENTIVA

MPCE pede prisão de médico que abusou de pacientes

MAIS PRA FRENTE

Liberação do FGTS é adiada, afirma Lorenzoni

SEGURANÇA

Polícia vai reforçar fiscalização nas rodovias do RN

SÃO JOÃO

"Festa do Sabugo" começa hoje em Parnamirim

OPORTUNIDADES

Sine oferece 150 vagas de emprego em todo RN

PRODUÇÃO ARTESANAL

Quinta-feira marcada por assinatura da Lei do Selo Arte

comentários