Geral

ALERTA

Casos de Dengue sobem 66% em 20 dias no RN

Também houve maior incidência de Zika e Chikungunya

Por Redação

4 de abril de 2019 | 16:40

Foto: Arquivo/Agência Brasil

Os casos de dengue confirmados no Rio Grande do Norte aumentaram 66,4% entre o dia 9 e o dia 30 de março, passando de 375 para 624, segundo o novo Boletim de Arboviroses divulgado nesta tarde (4) pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), que aponta para novos 249 casos. Os dados atuais se referem à semana epidemiológica 01 a 13, encerrada em 30 de março de 2019. Até o dia 9 de março, data do encerramento do Boletim de Arboviroses anterior tinham sido notificados 1.677 casos suspeitos de dengue, sendo confirmados 375. Agora, 2.727 foram notificados.

Segundo a Sesap, os números representam uma incidência de 78,38 casos por 100.000 habitantes. Comparado a 2018 houve redução, considerando o mesmo período, foram 4.682 casos notificados e 1.509 confirmados, gerando uma incidência de 134,58 casos por 100.000 habitantes.

Quanto à classificação, do total de 624 confirmações em 2019, 604 casos foram classificados como dengue, 18 como dengue com sinais de alarme e 2 como dengue grave. No mesmo período de 2018, dos 1.509 casos confirmados, 1.455 foram classificados como dengue, 49 como dengue com sinais de alarme e 5 como dengue grave.

De acordo com a subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Sesap, Alessandra Lucchesi, “é necessário que a população tome as medidas de prevenção à proliferação do mosquito: receber o agente de saúde em suas residências, eliminar água de vasos de flores, tampar tonéis e tanques, não deixar água acumulada, lavar semanalmente depósitos de água, manter caixas de água e tanques devidamente fechados e colocar o lixo em sacos plásticos, mantendo a lixeira fechada, entre outras”.

Zika Vírus

Também houve aumento dos casos notificados de Zika vírus, que teve 54 caos notificados na semana epidemiológica 01 a 13 de 2019, o que corresponde a uma incidência de 1,55 casos por 100.000 habitantes. Vinte dias antes tinham sido notificados 28 casos. No mesmo período de 2018, foram 209 notificações, gerando uma incidência de 6 casos por 100.000 habitantes.

Chikungunya

Quanto à chikungunya, o aumento neste ano foi ainda maior, comparado à semana epidemiológica anterior quando tinha 77 casos confirmados a menos. Em 2019 foram notificados no estado 297 casos suspeitos, sendo confirmados 98, representando uma incidência de 8,54 casos por 100.000 habitantes. Em 2018, no mesmo período, foram notificados 647 casos, com 127 confirmações, o que significa uma incidência de 18,60 casos por 100.000.
Prevenção

A Sesap realiza ações de prevenção e educação em saúde, bem como orienta e supervisiona o trabalho realizado pelos agentes de endemias dos municípios para controle do vetor, o mosquito Aedes aegypti. Além disso, são realizadas as operações de aplicação do inseticida por meio dos carros fumacê, que devem ocorrer apenas quando houver necessidade do controle de surtos e epidemias por arboviroses.

 

RECOMENDAMOS

APÓS DE AFASTAR DOS PALCOS

Simaria desabafa sobre doença: 'Dinheiro não vale nada'

LAMENTÁVEL

Ex-assistente mirim de Raul Gil morre aos 17 anos

PRODUTO INTERNO BRUTO

Projeção de expansão da economia cai pela oitava vez

MANIFESTAÇÃO

Policiais e bombeiros realizarão protesto nesta terça

PREOCUPAÇÃO

Chuva deixa outra ponte no interior sob risco de cair

ACIDENTE ANIMAL

Motoboy atropela jumento e os dois ficam feridos

TRAGÉDIA

Incêndio na Notre-Dame completa uma semana

NOVA GESTÃO

Humorista vence eleição presidencial na Ucrânia

comentários