Esportes

PUNIÇÕES

CBF é multada e Gabriel Jesus é suspenso por dois meses na seleção

Infrações foram cometidas na final da Copa América

Por Estadão Conteúdo

7 de agosto de 2019 | 17:27

Foto: Reprodução/TV Globo

A Conmebol anunciou nesta quarta-feira punições à seleção brasileira e ao atacante Gabriel Jesus por infrações cometidas na final da Copa América, no dia 7 de julho, no Maracanã, no Rio de Janeiro. O jogador do Manchester City sofreu a sanção mais dura: foi suspenso por dois meses na seleção.

Assim, será desfalque certo nos amistosos contra Colômbia e Peru, nos dias 6 e 10 de setembro. Serão os primeiros jogos do time nacional desde a conquista da Copa América, em solo nacional. O técnico Tite fará a convocação no dia 16, sexta-feira da próxima semana, no Rio.

Gabriel Jesus também foi multado em US$ 30 mil (cerca de 119 mil) em razão do comportamento considerado inadequado durante a final contra o Peru. Expulso de campo na etapa final, após levar o segundo cartão amarelo, ele fez sinal de roubo com as mãos ao deixar o gramado. E, irritado, golpeou o banco de reservas e ainda tentou derrubar a cabine onde ficava o monitor do árbitro de vídeo.

A Conmebol enquadrou o jogador nos itens “b”, “c”, “d” e “e” do Artigo 7 do Regulamento Disciplinar da Conmebol: “comportar-se de maneira ofensiva, insultante ou realizar manifestações difamatórias de qualquer índole”, “violar as pautas mínimas daquilo que se considera como um comportamento aceitável no âmbito do esporte e do futebol organizado”, “insultar de qualquer maneira e por qualquer meio a Conmebol, suas autoridades e dirigentes” e “comportar-se de maneira tal que o futebol, como esporte em geral, e a Conmebol, particularmente, possam parecem desacreditados como consequência deste comportamento”.

O jogador pode recorrer da decisão junto à Câmara de Apelações da Conmebol em um prazo de sete dias. Já no caso da seleção não há chance de recurso. A CBF foi multada em US$ 15 mil (R$ 59,5 mil) ao ser enquadrada no “inciso c” do Artigo 13.2 do Regulamento Disciplinar da Conmebol: “acender chamas, fogos de artifício ou qualquer outro objetivo pirotécnico”. A infração teria sido cometida pela torcida, mas, pelas regras da entidade, são atribuídas à entidade relacionada à equipe mandante.

RECOMENDAMOS

FESTA AGROPECUÁRIA

Começa 57ª Festa do Boi em Parnamirim

AÇÃO DE COMBATE

Idema convoca reunião para debater óleo nas praias

PLANO DIRETOR NO AR

Plano Diretor de Natal só chegará à Câmara em 2020

REELEIÇÃO

Damares preve 12 anos de Governo Bolsonaro

ÓLEO NO MAR

"Navio Fantasma" é suspeito por óleo nas praias do NE

BONS DE NEGÓCIO

Cadastro Positivo: Bons pagadores podem chegar a 90 mi

NEGÓCIOS

FENECITI: João Câmara recebe próxima edição em novembro

FICI 2019

Festival de Cinema Infantil chega a Natal neste mês

comentários