Gente no AR

PARCERIA

Ceramistas do RN e alemães tratam da continuidade do Projeto Casa Passiva

Reunião discutiu parceria para utilização da tecnologia da Casa Passiva pelas empresas sindicalizadas.

Por Redação

7 de maio de 2019 | 12:15

Foto: Reprodução

O presidente do Sindicato da Indústria Cerâmica para Construção do Estado do Rio Grande do Norte (Sindicer-RN), Pedro Terceiro de Melo, se reuniu com representantes do Instituto AgroScience, Thorsten Pollatz, e o cônsul honorário da Alemanha no RN, Axel Geppert, para tratar de parceria para utilização da tecnologia da Casa Passiva pelas empresas sindicalizadas. “Tratamos sobre a continuação do projeto Casa Passiva, uma segunda fase. A ideia é tropicalizar a tecnologia e os materiais adequando-os ao Brasil”, explica Axel.

A Casa Passiva é uma estrutura composta de material mais limpo, que evita resíduo e dispõe de mais eficácia energética que os modelos convencionais. O projeto, que já tem um protótipo no SENAI Zona Norte, faz parte da cooperação que desde 2009 vem acontecendo entre Brasil e Alemanha, para a realização de um intercâmbio nas áreas de ciência, comércio e empresarial.

A “passivhaus” é um modelo de certificação alemão de construção sustentável, criado com o objetivo de construir casas e edifícios com um consumo de energia zero ou muito baixo. O nome, Casa Passiva, é dado por esta ser capaz de gerenciar a sua climatização (captação, aquecimento/refrigeração e distribuição de ar) por si mesma, com mecanismos simples e de baixo consumo energético. Essas edificações reduzem até cerca de 75% o consumo de energia.

RECOMENDAMOS

Tragédia

Vítima de acidente fatal era rainha de carnaval

TRAGÉDIA

Mulher morre em acidente no 'Prolongamento da Prudente'

EDUCAÇÃO

UERN abre processo seletivo para contratar professores

FUTEBOL

América empata e segue invicto na Série D

VIOLÊNCIA

Após briga de faca entre alunas, escola convoca reunião

GRANDE NATAL

Prefeito sanciona Lei do Plano de Cargos da Saúde

VIOLÊNCIA

Jovem é encontrado morto com mãos e pés amarrados

ALUNO POR UM DIA

Dorgival realiza sonho, e aula na UFRN termina em forró

comentários