Economia

REUNIÃO

Coema/Fiern trata sobre Agricultura Familiar no RN

“A agricultura familiar é uma porta aberta para a fixação do homem do campo, importante fonte de nutrição, de erradicação da pobreza", disse Roberto Serquiz

Por Redação

5 de abril de 2019 | 16:53

No Rio Grande do Norte, 60% dos alimentos consumidos são provenientes da agricultura familiar. Os dados são do Censo 2016, do IBGE. A relevância desta atividade econômica e sua relação com o meio ambiente foi debatida na primeira reunião de 2019 da Comissão Temática de Meio Ambiente- COEMA-FIERN, nesta quarta-feira (3), no auditório Joaquim Victor de Holanda, na Casa da Indústria.

O encontro foi conduzido pelo presidente do COEMA e Diretor da FIERN, Roberto Serquiz, com palestra do secretário de Estado de Assuntos Fundiários e Apoio à Reforma Agrária (Seara), Alexandre de Oliveira Lima, sobre “A importância da agricultura familiar para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) – Agenda 2030”. O presidente da FIERN, Amaro Sales de Araújo, do Diretor primeiro Secretário, Heyder Dantas, também participaram da reunião.

O presidente da comissão Roberto Serquiz abriu a evento dando boas vindas aos novos membros da comissão, designados para mandato de dois anos. Ele ressalta a relevância da agricultura familiar para economia e desenvolvimento sustentável do estado. A proximidade da atividade econômica com a questão ambiental, uso de recursos hídricos e solo, explica a ele, requer atenção e debate junto a Comissão.

Foto: Fiern

“A agricultura familiar é uma porta aberta para a fixação do homem do campo, importante fonte de nutrição, de erradicação da pobreza, além de ser uma atividade econômica rural importante que pode gerar negócios e pequenos empreendimentos”, destacou. “O potencial deste segmento é imenso, bem como os desafios de dar acesso à tecnologia e tratar a questão hídrica e ambiental”, complementou.

Para o presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales, a agricultura familiar é um desafio a ser encarado e fomentado pelo governo para elevar a qualidade da produção e gerar emprego e renda no campo, minimizando o êxodo rural. Ele disse ainda que a Federação tem interesse em debater e participar de temas importantes ao desenvolvimento do estado.

Em virtude do potencial econômico e social, o secretário Alexandre de Oliveira Lima explicou que a atividade passou, este ano, a fazer parte das atribuições da pasta (Seara) – que em breve será transformada em Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural e de Agricultura Familiar (Sedraf).

“A sociedade contemporânea tornou o paradigma do meio ambiente central e essa temática deverá ser tratada intensamente, tanto a agricultura no âmbito da sustentabilidade, como também da crescente demanda por alimentos saudáveis. O nosso desafio é preparar as famílias para este reposicionamento de ter o alimento como remédio e reduzir e eliminar o uso de agrotóxicos. Estamos pensando o segmento para os próximos 30 anos”, disse.

Para isso, Alexandre Lima adiantou que os pequenos produtores rurais, agrupados em família, contarão com políticas públicas que visam a ampliação da compra governamental, estímulo ao cooperativismo, além de assessoria técnica para uso de novas tecnologias e linhas de financiamento.

“Estamos convencidos de que a agricultura familiar tem o papel de suprir, com alimentos, a sociedade potiguar. E com essa consciência ambiental, porque não é só produzir, mas como o alimento é produzido, se há impactos ambientais para essa produção”, pondera o secretário da Seara.

 

Sobre o COEMA/FIERN

A Comissão Temática de Meio Ambiente – COEMA tem como finalidade acompanhar a legislação, desenvolver propostas de políticas e estimular práticas voltadas para a ecoeficiência; promover o debate com especialistas e autoridades na área ambiental e avaliar as políticas públicas de licenciamento ambiental, controle e qualidade ambiental, biodiversidade e florestas, tratamento e disposição de resíduos, entre outras; formular linhas de ação para aumentar a competitividade das indústrias e a preservação do meio ambiente; além de outras atribuições delegadas pela Presidência da FIERN em relação a temática Meio Ambiente.

RECOMENDAMOS

Chuvas no RN

Operação conjunta socorre população

LOTERIA

Mega-Sena acumula; próximo sorteio será de R$90 milhões

TORÓ

Ponte desaba, carro é arrastado e cidade fica 'isolada'

OBRA DE R$4,1 MILHÕES

Sabe como está reforma do Forte dos Reis Magos? Parada

ROLÉ DIFERENCIADO

Bolsonaro 'escapa' de hotel para dar voltinha de moto

INFORMAÇÃO NUTRICIONAL

Veja essas dicas e coma chocolate sem culpa na Páscoa

OPERAÇÃO PELA VIDA

PMs impedem suicídio na Ponte

AUTOMÓVEL

Carros brasileiros ficam mais seguros e mais caros

comentários