Economia

OTIMISMO

Com aprovação da Lei das microempresas, Fiern exalta empreendedorismo

Presidente da Fiern Amaro Sales diz que aprovação deve ser celebrada

Por Cláudio Oliveira

18 de junho de 2019 | 17:47

Presidente da Fiern, Amaro Sales. Foto: Wellington Rocha/Arquivo/PortalNoAr

O presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern), Amaro Sales, comemorou a aprovação do Projeto de Lei Complementar aprovado pela Câmara Municipal de Natal nesta terça-feira (18), que “Institui no município de Natal o tratamento diferenciado e favorecido às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, aos microempreendedores individuais e empreendimentos econômicos solidários”. Ele destacou que a saída está no empreendedorismo.

“É um dia de muita satisfação para todos nós que há muitos anos trabalhamos os temas relacionados ao segmento micro e pequenas empresas. E também é um dia de gratidão a todos os envolvidos na caminhada que resultou na aprovação da lei no âmbito municipal. Sem mencionar nomes, para não cometer injustiças pela omissão, um abraço agradecido a todos – instituições, técnicos, empreendedores, líderes políticos e empresariais- que participaram desta conquista”, disse Amaro Sales.

A Fiern, junto à Fecomércio RN, Sebrae RN e a CDL Natal, se articulou para que a lei fosse aprovada, resultando no encaminhamento do projeto à Câmara pela Prefeitura. O projeto aprovado hoje revoga a Lei Municipal nº 6.025/2009 (que trata da implantação do âmbito local do Estatuto Nacional da Microempresa – ME e da Empresa de Pequeno Porte – EPP), altera a Lei Complementar nº 055/2004 (Código de Obras), bem como a Lei nº 4.885/1997 (que trata do Relatório de Impacto sobre o Tráfego Urbano – RITUR).

O novo instrumento tem o objetivo de desburocratizar e agilizar o atendimento às micros e pequenas empresas na capital, criando um ambiente favorável ao desenvolvimento de negócios de pequeno porte, que serão beneficiadas com o desembaraço fiscal e burocrático, maior competitividade e com a abertura de novos mercados. Um dos processos que serão simplificados, por exemplo, é a emissão de alvarás, que antes seguia as diretrizes do Código de Obras. “Agora, implementar e avançar ainda mais! A saída é pelo empreendedorismo e, neste esforço, contando com o decisivo apoio e articulação de todos que, de alguma forma, integram o segmento das micro e pequenas empresas”, enfatizou o presidente da Fiern.

RECOMENDAMOS

MÚSICA

'Hoje tem Samba no Beco' recebe Andiara Freitas

DESAFIO

Campeonato gamer reúne 150 competidores

AGENDA

Curso de segurança pública e mediação policial em Natal

MEIO AMBIENTE

Torneio de rinhas de galo tinha até motos na premiação

POLÍCIA

Homens em carro roubado morrem após perseguição da PM

TRANSPORTE DE CARGAS

ANTT publica novas regras para cálculo do frete mínimo

DESATIVADDA

Saiu a sentença de recuperação judicial da Multidia

DIÁLOGO

AGN-RN e IMD discutem parceria para startups potiguares

comentários