Economia

NÚMEROS

Confiança do empresário aumenta pelo terceiro mês consecutivo, informa CNI

Índice de confiança subiu para 59,4 pontos em razão da melhora da percepção sobre as condições atuais de negócios

Por Redação

20 de agosto de 2019 | 12:16

Foto: Reprodução/CNI

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) voltou a subir e alcançou 59,4 pontos em agosto. Foi o terceiro aumento consecutivo do indicador, que está acima da média histórica de 54,5 pontos. “A confiança segue elevada”, afirma a pesquisa divulgada nesta terça-feira, 20 de agosto, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Os indicadores da pesquisa variam de zero a cem pontos. Quando estão acima dos 50 pontos mostram que os empresários estão confiantes.

A confiança melhorou para todos os portes de empresas. Nas médias e sobretudo nas grandes empresas, está acima da média nacional. Nas grandes empresas, o ICEI alcançou 59,7 pontos neste mês. Nas médias indústrias, ficou em 59,5 pontos e, nas pequenas, em 58,8 pontos. O ICEI é maior na indústria extrativa, segmento em que alcançou 62,8 pontos. Na indústria de transformação ficou em 59,5 pontos e, na construção, em 58,5 pontos.

 

Foto: Divulgação/Fiern

De acordo com a pesquisa, o aumento do otimismo neste mês é resultado da melhora da percepção das condições atuais dos negócios e do aumento do otimismo sobre o desempenho das empresas e da economia nos próximos seis meses. O índice de condições atuais cresceu 4,1 pontos frente a julho e ficou em 51,1 pontos. Foi a primeira vez desde março que o indicador ficou acima dos 50 pontos, mostrando que os

empresários percebem uma melhora nos negócios.

O Índice de Expectativas subiu 1,5 ponto na comparação com julho e ficou em 63,6 pontos em agosto. Foi a terceira alta consecutiva do indicador, o que confirma o otimismo dos empresários em relação ao desempenho das empresas e da economia nos próximos seis meses.

BOAS NOTÍCIAS – Para o economista da CNI Marcelo Azevedo, a melhora da percepção de das expectativas dos empresários refletem as notícias positivas para a economia. “Há uma sequência de boas notícias: a queda dos juros, a liberação do FGTS e a aprovação em segundo turno da reforma da Previdência”, afirma Azevedo.

A pesquisa mostra que a confiança é maior na região Norte, onde subiu 4,0 pontos e atingiu 61,7 pontos. No Nordeste, o ICEI ficou em 59,6 pontos, no Sudeste, em 58,5 pontos, no Sul, 54,9 pontos e, no Centro-Oeste, em 59,2 pontos.

Azevedo destaca que o ICEI é um indicador de antecipa tendências da economia. “Empresários confiantes estão mais propensos a aumentar a produção, o emprego e os investimentos, o que é fundamental para a recuperação da economia”, diz o economista.

Essa edição do ICEI foi feita entre 1º e 13 de agosto, com 2.451 empresas. Dessas, 945 são pequenas, 917 são médias e 589 são de grande porte.

RECOMENDAMOS

TRABALHO INCESSANTE

Bombeiros apagam mais focos de incêndio em Patu

PERFIL

Maioria dos ‘MEIs’ do RN desenvolve a atividade em casa

RECURSOS

Projeto quer proteger municípios de retenção do FPM

POLÍTICA

Maia diz que Fundo Eleitoral equilibra campanhas

TRABALHO NA SERRA DO LIMA

Corpo de Bombeiros mantém combate a incêndio em Patu

ROMPIMENTO DE BARRAGEM

Brumadinho: Vale é condenada a pagar R$ 11,8 milhões

PLANO DIRETOR NO AR

Plano Diretor: evolução depende da maioria,diz prefeito

PROGRAMAÇÃO

Fiern participa de encontro sobre Fundo Constitucional

comentários