Economia

TARIFA

Contas de luz continuam com bandeira vermelha nível 2 em outubro

Será o quinto mês seguido na condição

Por Estadão Conteúdo

28 de setembro de 2018 | 17:59

Foto: Marcelo Camargo/Arquivo/Agência Brasil

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou que as contas de luz vão continuar com a bandeira vermelha em seu segundo nível no mês de outubro. Com a bandeira vermelha no nível dois, no mês que vem, a tarifa continua com um adicional de R$ 5,00 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Será o quinto mês seguido em que a bandeira vermelha em seu segundo nível vigora.

De janeiro a abril, vigorou a bandeira verde, que não tem custo adicional. Em maio, foi adotada a bandeira amarela, que adicionava R$ 1,00 a cada 100 kWh consumidos.

De acordo com a Aneel, a manutenção da bandeira vermelha nível 2 se deve às condições hidrológicas desfavoráveis e à redução no nível de armazenamento dos principais reservatórios das hidrelétricas do País.

Escala

O sistema de bandeiras tarifárias leva em consideração o nível dos reservatórios das hidrelétricas e o preço da energia no mercado à vista. Na bandeira verde, não há cobrança de taxa extra. Na bandeira amarela, a taxa extra é de R$ 1,00 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. No primeiro nível da bandeira vermelha, o adicional é de R$ 3,00 a cada 100 kWh. E no segundo nível da bandeira vermelha, a cobrança é de R$ 5,00 a cada 100 kWh.

O sistema indica o custo da energia gerada para possibilitar o uso consciente de energia. Antes das bandeiras, o custo da energia era repassado às tarifas no reajuste anual de cada empresa, e tinha a incidência da taxa básica de juros. A Aneel deve anunciar a bandeira tarifária que vai vigorar em novembro no dia 26 de outubro.

RECOMENDAMOS

OUTUBRO ROSA

Câmara oferece mamografias e serviços para mulheres

VIGILÂNCIA NAS RODOVIAS

Em 5 horas, PRF recupera quatro veículos roubados no RN

RACIONAMENTO

Rodízio de água em Caicó passa a ser maior

PARA TUDO!

Gal Gadot virá ao Brasil divulgar Mulher Maravilha 1984

CRISE NO PSL

Eduardo Bolsonaro consegue liderança do PSL na Câmara

REAÇÃO

Geraldo defende escolha do filho para o INCRA

DANOS MORAIS

Médico é condenado a multa após paciente engravidar

ATÉ R$ 500

Caixa antecipa pagamento de saque do FGTS para todos

comentários