Geral

LIGAÇÃO ILEGAL

Cosern acaba com ‘gato’ em pousada e restaurante de Ponta Negra

Responsável prestou esclarecimentos na delegacia

Por Redação

16 de maio de 2019 | 16:37

Equipes técnicas da Cosern identificaram e desativaram, com apoio da Polícia Militar, uma ligação clandestina de energia elétrica em um imóvel onde funcionam uma pousada e um restaurante na Avenida Erivan França, na Praia de Ponta Negra, em Natal, na manhã desta quinta-feira (16).

A responsável pelos dois estabelecimentos foi levada para prestar depoimento na Delegacia Geral de Plantão na Cidade da Esperança.

O “gato” de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal e a pena para o responsável pela fraude pode chegar a 04 (quatro) anos de reclusão. Além de crime, o “gato” representa risco de morte a quem faz e a quem está próximo.

A ligação clandestina também provoca perturbações no fornecimento de energia da região, pode provocar a queima de eletrodomésticos dos vizinhos e, nesse caso específico, era um risco à segurança dos hóspedes e dos funcionários e frequentadores do restaurante.

De janeiro a abril, a Cosern fez quase 20 mil inspeções dentro da “Operação Varredura” e desativou 2.240 ligações clandestinas em todo estado. Com essa ação, o volume de energia recuperado pela concessionária seria suficiente para abastecer, por exemplo, municípios do porte de Caicó ou Assu por 30 dias.

A população pode colaborar com a “Operação Varredura” denunciando as fraudes, de forma anônima e segura, no telefone 116 ou no site da Cosern.

RECOMENDAMOS

MODA PERIGOSA?

FaceApp pode abrir porta para abusos com dados

INUSITADO

[VÍDEO] Padre canta "Cachorrão do Brega" na Catedral

FOLIÕES APRESSADOS

Carnatal: Ivete, Bell e Cláudia esgotam lote no 1º dia

COMBATE À DENGUE

Natal:Denúncias de imóveis e terrenos abandonados sobem

TELEVISÃO

Netflix edita cena de suicídio em '13 Reasons Why'

AVISO METEOROLÓGICO

Marinha alerta para ressaca e vento forte no Nordeste

SEM PALAVRAS

Ex-noivo se pronuncia após suicídio de blogueira

PROTEÇÃO AMBIENTAL

Natal vai criar Ronda de Proteção Ambiental da Guarda

comentários