Economia

ESTUDO

Déficit da Previdência dos Estados somou R$ 77,8 bi em 2017, diz Firjan

São Paulo registrou o maior rombo em 2017, com déficit de R$ 18 bi

Por Vinicius Neder

11 de abril de 2019 | 15:46

Foto: Marcos Santos/USP Imagens

O déficit da Previdência pública dos governos estaduais, incluindo a aposentadoria dos três Poderes, foi de R$ 77,8 bilhões em 2017, mostra estudo da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) divulgado nesta quinta-feira, 11. São Paulo registrou o maior rombo em 2017, com déficit de R$ 18 bilhões. Rio Grande do Sul teve o segundo maior dado negativo, com R$ 11,1 bilhões. Rio de Janeiro, com R$ 10,6 bilhões, e Minas Gerais, com R$ 8,2 bilhões, completam a lista.

O estudo revela que apenas quatro Estados registravam superávit na Previdência em 2017: Amapá, Roraima, Rondônia e Tocantins. Todos os 23 demais registraram déficits.

O presidente da Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, aproveitou a divulgação dos dados para defender a reforma da Previdência. “A conta vai ser paga por todos nós e sem capacidade futura de essa conta melhorar. Gostaria que os congressistas se debruçassem sobre esse quadro”, disse Gouvêa Vieira.

RECOMENDAMOS

APÓS DE AFASTAR DOS PALCOS

Simaria desabafa sobre doença: 'Dinheiro não vale nada'

LAMENTÁVEL

Ex-assistente mirim de Raul Gil morre aos 17 anos

PRODUTO INTERNO BRUTO

Projeção de expansão da economia cai pela oitava vez

MANIFESTAÇÃO

Policiais e bombeiros realizarão protesto nesta terça

PREOCUPAÇÃO

Chuva deixa outra ponte no interior sob risco de cair

ACIDENTE ANIMAL

Motoboy atropela jumento e os dois ficam feridos

TRAGÉDIA

Incêndio na Notre-Dame completa uma semana

NOVA GESTÃO

Humorista vence eleição presidencial na Ucrânia

comentários