Política

Doença de Parkinson

Deputado propõe política de atendimento ao portador de Parkinson

Carlos Augusto Maia (PCdoB) apresentou projeto de lei na Assembleia Legislativa

Por Redação

16 de abril de 2018 | 10:57

O deputado Carlos Augusto Maia (PCdoB) apresentou projeto de lei na Assembleia Legislativa propondo instituir uma política de atendimento ao portador de doença de Parkinson no Rio Grande do Norte. A matéria busca, entre outras coisas, aperfeiçoar o atendimento mediante a articulação e humanização dos serviços no âmbito da saúde, da rede socioassistencial e do sistema de justiça.

“A implementação de medidas capazes de combater esse problema e promover o acesso à saúde e bem estar dos pacientes de Parkinson é um dever do Poder Público. Nesse sentido, apresenta-se fundamental o investimento em uma política específica de atendimento, com a criação de protocolos de procedimento em todo o Estado, de modo a otimizar os serviços e evitar qualquer forma de desatenção e descuido com os pacientes”, justifica Carlos Augusto.

O projeto prevê ainda assegurar o atendimento integral e multiprofissional ao parkinsoriano, observados os princípios da dignidade da pessoa, da não discriminação e do acesso à saúde. O parlamentar explica que, para atingir os objetivos propostos, as ações devem abranger “tanto a capacitação de agentes e equipes de saúde, além de outros profissionais envolvidos, quanto a criação e estruturação de espaços específicos para esse fim”.

A proposta apresentada também estabelece a promoção de fóruns estaduais e locais, com a participação de órgãos públicos e entidades da sociedade civil, para debater o conteúdo da política sugerida e elaborar o conjunto de ações e medidas adequadas à sua implementação.

Parkinson

O Parkinson é uma doença degenerativa do sistema nervoso central, crônica e progressiva, causada pela diminuição intensa da produção de dopamina, substância química que ajuda na transmissão de mensagens entre as células nervosas. A dopamina é responsável por ajudar o corpo humano a realizar os movimentos voluntários de forma automática. Na ausência deste neurotransmissor numa pequena região encefálica, o controle motor do indivíduo é perdido.

RECOMENDAMOS

O ÚNICO

Netflix mantém primeiro mês gratuito no Brasil

TRANSPORTE PÚBLICO

Parnamirim libera benefícios no transporte interbairros

NAS OITAVAS

Dupla com ex-campeão mundial deixa etapa Open de Vôlei

CRIMES

MPF denunciará Temer por peculato, corrupção e lavagem

EM SILÊNCIO

Temer se cala durante interrogatório na Polícia Federal

VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

PE: Agressor de mulher pode ter posse de arma suspensa

NOVO BLOCO

Brasil e mais sete países formam bloco Prosul

VAI AGUARDAR

TRF vai julgar habeas corpus de Temer na próxima quarta

comentários

ANUNCIE JÁ!

RUA DESEMBARGADOR BENÍCIO FILHO, N° 465 PETRÓPOLIS CEP: 59014-470

PABX:

2020-1200

REDAÇÃO:

2020-1200

COMERCIAL:

2020-1200

FALE CONOSCO

Nome
TELEFONE
E-MAIL